Ouvir
Vibrato
Em Direto
Vibrato Pedro Rafael Costa

Letras de Canções


Pesn Zemfira / Canção de Zemfira

Letra Original:


Pesn Zemfira (Poema de Puchkin)

Aleko:
Ily pad senyu dimnoy kushchi
Tsigana dikovo rasskaz?
Zemfira:
Staryi muzh, groznyi muzh, rezh menya,
Staryi muzh, groznyi muzh, zhgi menya, 
Ya tverda, ne boyus
Ni ognya, ni mecha,
Rezh menya, zhgi menya!
Nenavizhu tebya,
Prezirayu tebya,
Ya drugovo lyublyu,
Umirayu lyubya.
Aleko:
Molchi. Mne penye nadoyelo,
Ya dikikh pesen ne lyublyu.
Zemfira:
Ne lyubish?
Mne kakoe delo?
Ya pesnu dlya sebya poyu.
Staryi muzh, groznyi muzh, rezh menya,
Staryi muzh, groznyi muzh, zhgi menya,
Ya tverda, ne boyus
Ni ognya, ni mecha,
Rezh menya, zhgi menya!
On svezheye vesny,
Zharche letnevo dnya;
Kak on molod i smel!
Kak on lyubit menya!
Aleko:
Molchi, Zemfira, ya dovolen.
Zemfira:
Tak ponyal pesny ty moyu?
Aleko:
Zemfira!
Zemfira:
Ty serditsa volen,
Ya pesnyu pro tebya poyu.
Staryi muzh, groznyi muzh...

Tradução para Português:


Canção de Zemfira (Poema de Puc Fonsecahkin)
Tradução do original: RDP - Maria de Nazaré

Aleko:
Vamos ouvir a história de uma cigana selvagem à sombra de uma árvore?
Zemfira:
Velho, terrível criatura, apunhala-me,
Velho, terrível criatura, queima-me,
Eu sou forte, eu não receio
Fogo ou punhal,
Apunhala-me, queima-me!
Eu odeio-te,
Eu desprezo-te,
Eu amo outro,
Eu morro de amor.
Aleko:
Cala-te, eu estou cansado do teu cantar
Eu não gosto de canções idiotas.
Zemfira:
Tu não gostas? O que me importa?
Eu canto para mim própria.
Velho, terrível criatura, apunhala-me,
Velho, terrível criatura, queima-me,
Eu sou forte, eu não receio
Fogo ou punhal
Apunhala-me, queima-me!
Ele é mais fresco do que a primavera,
Mais quente do que um dia de verão:
Como ele é jovem e corajoso!
Como ele me ama!
Aleko:
Cala-te, Zemfira, basta.
Zemfira:
Então compreendeste a minha canção?
Aleko:
Zemfira!
Zemfira:
Zanga-te, se quiseres,
Eu estou a cantar uma canção acerca de ti.
Velho, terrível criatura, apunhala-me...