Ouvir
Império dos Sentidos
Em Direto
Império dos Sentidos Paulo Alves Guerra / Produção: Ana Paula Ferreira

Regulamento

PJM 2017 Regulamento

31ª Edição

|

PJM 2017 Regulamento PJM 2017 Regulamento

31ª Edição do Prémio Jovens Músicos


Regulamento   


1. ORGANIZAÇÃO

1.1. A Rádio e Televisão de Portugal, através da Antena 2, organiza em 2017 a 31ª Edição do Prémio Jovens Músicos (PJM), destinado a músicos portugueses e a músicos estrangeiros residentes em Portugal, nos níveis e modalidades referidos nos números seguintes e nos termos deste Regulamento.

1.2. O PJM é atribuído nas seguintes modalidades:

Categoria A 

Solistas | Nível Superior

- Trompa
- Tuba
- Violino
- Viola dedilhada (guitarra clássica)

Solistas | Nível Médio

- Clarinete
- Contrabaixo

Categoria B: 

Música de Câmara (até sexteto) | Nível Superior 

Música de Câmara (até sexteto) | Nível Médio

Categoria C: 

Canto


1.3. Decorrerá, ainda, a eleição do “Jovem Músico do Ano / Prémio Mº Silva Pereira”, escolhido entre todos os candidatos solistas laureados com o 1º prémio na categoria A – solistas.

1.4. Nas categorias A, B e C, o PJM é constituído por uma Pré-eliminatória (por gravação áudio), uma Eliminatória e uma Final.

1.5. Os candidatos (solistas e / ou grupos de música de câmara) que tenham sido laureados com o 2º ou 3º prémios (nível médio) em edições anteriores do PJM, estão dispensados de realizar a prova Pré-eliminatória – nível médio.
Deverão, no entanto, submeter a sua inscrição nos prazos indicados neste Regulamento.
Não serão dispensados os candidatos que se inscrevam em categorias diferentes daquela em que tenham sido premiados.

1.6. Os candidatos (solistas e / ou grupos de música de câmara) que tenham sido laureados com o 2º ou 3º prémios (nível superior) em edições anteriores do PJM, estão dispensados de realizar a prova Pré-eliminatória – nível superior
Deverão, no entanto, submeter a sua inscrição nos prazos indicados neste Regulamento.
Não serão dispensados os candidatos que se inscrevam em categorias diferentes daquela em que tenham sido premiados.



2. CONDIÇÕES DE ADMISSÃO DOS CONCORRENTES 

2.1. O PJM contempla quatro categorias: 

Categoria A | Solistas 

Nível Superior: 

Trompa, Violino, Viola dedilhada, para concorrentes nascidos a partir de 01 de outubro de 1991

Tuba, para concorrentes nascidos a partir de 01 de outubro de 1990;

Os vencedores do 1º Prémio | Nível Superior em edições anteriores, independentemente da data de nascimento, não serão admitidos a concurso.

Nível Médio:


Clarinete: para concorrentes nascidos a partir de 01 de outubro de 1998;

Contrabaixo: para concorrentes nascidos a partir de 01 de outubro de 1996;

Os vencedores do 1º Prémio | Nível Médio em edições anteriores, independentemente da data de nascimento, não serão admitidos a concurso. Estes, no entanto, podem concorrer na Categoria A | Nível Superior.

Categoria B | Música de Câmara 
Para agrupamentos até sextetos (inclusive) 

Nível Superior: para concorrentes nascidos a partir de 01 de outubro de 1991. Os candidatos que tenham integrado agrupamentos vencedores do 1º Prémio | Nível Superior em edições anteriores, independentemente da data de nascimento, não serão admitidos a concurso. 

Nível Médio: para concorrentes nascidos a partir de 01 de outubro de 1998. Os candidatos que tenham integrado agrupamentos vencedores do 1º Prémio | Nível Médio em edições anteriores, independentemente da data de nascimento, não serão admitidos a concurso. Estes, no entanto, podem concorrer na Categoria B | Nível Superior. 
Nota: não são aceites candidaturas baseadas na média etária dos elementos integrantes dos agrupamentos. 

 
Categoria C | Canto
(solistas)

Para concorrentes nascidos a partir de 01 de outubro de 1989.

Os vencedores do 1º Prémio | Nível Superior em edições anteriores, independentemente da data de nascimento, não serão admitidos a concurso.


2.2. Os concorrentes de nacionalidade portuguesa devem: 

- Preencher o Formulário de Inscrição disponível em www.rtp.pt até 31 de Março de 2017

- No acto de inscrição, os candidatos deverão carregar uma fotografia em formato jpg e uma cópia digitalizada do Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão e uma declaração de autorização de gravação assinada (caso seja menor deverá ser assinada pelo encarregado de educação). 

- Submeter no acto de inscrição, até ao dia 31 de Março de 2017 as gravações em formato áudio da interpretação das obras escolhidas para a prova Pré-Eliminatória, carregando-as por wetransfer (ou equivalente) para o seguinte endereço: pjm-wetransfer@rtp.pt.


Advertências:

. O texto associado a cada envio deverá incluir o nome e instrumento do candidato (Categorias A e C); o nome do agrupamento e seu representante (Categoria B).
. Os ficheiros áudio deverão ser carregados em formato mp3 ou wav.
. Cada obra deverá ser enviada num ficheiro separado.
. As obras com vários andamentos deverão ser enviadas num único ficheiro.
. Cada ficheiro deverá ser claramente identificado com os seguintes dados, pela ordem indicada: nome do compositor; nome abreviado da obra; referência ao andamento.
- Alguns exemplos:
o BACH_SUITE6_Prelude+Gigue.mp3
o DEBUSSY_ÉTUDE_Numero1.mp3
o HAENDEL_SONATA_HWV366Opus1.wav
. Os candidatos deverão verificar e assegurar a qualidade técnica das gravações das suas provas.
. O PJM não aceitará carregamentos nas datas posteriores aos prazos indicados neste Regulamento.


2.3. No repertório da categoria B - Música de Câmara, serão aceites versões com transcrições de outros instrumentos, desde que apresentadas à apreciação e aprovação do júri. Esses pedidos deverão ser devidamente justificados e feitos antes do acto de inscrição (através do endereço).
O não cumprimento do disposto leva à exclusão do grupo.


2.4. Os concorrentes estrangeiros residentes em Portugal devem apresentar os documentos indicados em 2.2 juntamente com uma cópia de documentos comprovativos de residência e matrícula em estabelecimento de ensino.

Nota: os grupos concorrentes em Música de Câmara são representados por um dos seus elementos. Todos os elementos do grupo devem inscrever-se individualmente apresentando os documentos indicados em 2.2 e 2.4.



3. PROVAS

CATEGORIA A - SOLISTAS

Notas Prévias: 

- A RTP-Antena 2 não assegura a contratação de pianistas acompanhadores, pelo que se alerta os candidatos para a necessidade de garantirem a presença dos seus acompanhadores durante as provas Eliminatória e Final.

- O secretariado do prémio tem uma lista de contactos de pianistas que colaboraram com o PJM em anteriores edições e que poderá facultar aos candidatos eventualmente interessados.

- As obras encomendadas pela RTP-Antena 2 / Prémio Jovens Músicos estão disponíveis através das Edições Scherzo (www.scherzoeditions.com).



CLARINETE | NÍVEL MÉDIO

PRÉ-ELIMINATÓRIA

(prova submetida por gravação)

a) Heinrich SUTERMEISTER: Capriccio

b) Gaetano DONIZETTI: Concertino para Clarinete em Sib Maior

ELIMINATÓRIA

a) Pedro Lima SOARES: "Streaming" – Encomenda PJM - Antena 2 - Ed. Scherzo

b) Niels GADE: Peças de Fantasia, Op. 43

c) Uma obra à escolha entre:
- Charles-Marie WIDOR: Introdução e Rondo, op.72
- Gioacchino ROSSINI: Introdução, tema e variações
- Ernest CHAUSSON: Andante e Allegro
- Andre MESSAGER: Solo de Concurso
- Carl Maria von WEBER: Concertino em Mib Maior, Op.26
- Francis POULENC: Sonata para clarinete e piano


FINAL

a) Uma obra (completa) para clarinete solo de um compositor português
(duração máxima de 10 minutos)

b) Um concerto (memorizado) à escolha entre os seguintes:
- Carl Maria von WEBER: Concerto nº1 em Fá menor, Op. 73
- Karol KURPINSKI: Concerto em Sib Maior
- Louis SPOHR: Concerto nº 1, op. 26
- Saverio MERCADANTE: Concerto em Si b M
- José Avelino CANONGIA: Concerto nº3 em Mi bemol Maior


CONTRABAIXO | NÍVEL MÉDIO

PRÉ-ELIMINATÓRIA
(Prova submetida por gravação)

a) Um estudo à escolha do candidato – dos “57 estudos de Storch – Hrabe”

b) Uma peça à escolha entre:
- Hans FRYBA – prelude ou Gavotte
- Giovanni BOTTESINI – Elegie ou Reverie


ELIMINATÓRIA

a) Pedro FINISTERRA: @ctb.exp#1 - Encomenda PJM – Antena 2 - Ed. Scherzo

b) Uma obra à escolha entre:
- Henry ECCLES – Sonata (dois andamentos contrastantes)
- Johann S. BACH – Sonatas para Viola da Gamba (dois andamentos contrastantes)
- Willem de FESH – Sonatas (dois andamentos contrastantes)

c) Uma obra virtuosa à escolha entre:
- Giovanni BOTTESINI – Sonnambula, Tarantella,Capriccio di Bravura ou Allegro alla Mendelssohn
- Reinhold GLIÉRE – Peças Op. 9 (Intermezzo e Tarantella ou Op. 32 (Preludio e Scherzo)
- Alfred DESENCLOS – Ária e Rondo


FINAL

a) Uma obra dos sécs. XX-XXI, à escolha entre:
- Luciano BERIO – Psy
- Hans Werner HENZE – Serenade
- David ELLIS - Sonata 

b) Um concerto memorizado, à escolha entre:
- Carl Ditters von DITTERSDORF – Concerto nº 2 para Contrabaixo e Orquestra
- Johann Baptist VANHAL – Concerto para Contrabaixo e Orquestra
- Giovanni BOTTESINI – Concerto nº 2 para Contrabaixo e Orquestra
- Sergei KOUSSEVITSKY – Concerto para Contrabaixo e Orquestra, Op.3
- Lars-Erik LARSSON - Concertino nº11 para Contrabaixo e Cordas , Op.45



TROMPA | NÍVEL SUPERIOR

PRÉ-ELIMINATÓRIA

(prova submetida por gravação)

a) Uma das seguintes obras à escolha:
Henry KLING: Concerto Fá Maior (1º and.)
Wolfgang A. MOZART: Concerto No.2 KV 417 (1º and.)
Wolfgang A. MOZART: Concerto No.4 KV 495 (1º and. sem cadência)
Jpseph HAYDN: Concerto No.1 H.VIId:3 (1º and. sem cadência)
Antonio ROSETTI: Concerto Mib Maior (1º and. sem cadência)

b) Uma das seguintes obras à escolha:
Vicent PERSICHETTI: "Parable for Solo Horn" Op. 120
Sigurd BERGE: "Horn Lokk"
Klement SLAVICKY: "Musica por Corno Solo" (2º e 3º andamento)
Vitaly BUYANOVSKY: "España" - Peças para Trompa Solo


ELIMINATÓRIA

a) Eduardo SERRA: O Discurso de uma Lata Chique e Burguesa - Encomenda PJM, Antena 2 - Ed. Scherzo

b) Uma das seguintes obras à escolha [memorizada*]:
Christoph FÖRSTER: Concerto Mib Maior (1º and.)
Franz X. POKORNY: Concerto (1º and. sem cadência)
Johann J. QUANTZ: Concerto Mib Maior (1º and.)
Anonymus, Concerto (1º and.) [ed. Friedrich Hofmeister Musikverlag]
Georg Ph. TELEMANN: Concerto (1º and.)
Anton TEYBER: Concerto (1º and.)

c) Uma das seguintes obras à escolha:
Eugène BOZZA: "En Forêt"
Eugène BOZZA: "Sur Les Cimes"
Eurico CARRAPATOSO: "Sweet Rústica" (1º, 3º, 5º e 6º andamentos)
Paul DUKAS: "Villanelle" (1ª página sem pistões)
Trygve MADSEN: Sonata para Trompa e Piano op. 24 (1º e 3º andamento)

d) Uma das seguintes obras à escolha:
Gordon JACOB: Concerto (1º andamento)
Malcolm ARNOLD: Concerto No.2 Op. 58 (1º andamento)
Jirí PAUER: Concerto (1º andamento)
Julius WEISMANN: Concertino Op.118 (1º andamento)
Othmar SCHOECK: Concerto Op. 65 (1º andamento)
Johann Christoph SCHUNCKE: Concertino (1º andamento)


FINAL

a) Uma das seguintes obras à escolha:
Luís CARVALHO: Hornpipe para Trompa Solo
Heinz HOLLIGER: Cynddaredd - Brenddwyd (Fury - Dream)
Olivier MESSIAEN: Appel Interstellaire
Esa-Pekka SALONEN: Concert Étude
Jörg WIDMANN: Air
Peter Maxwell DAVIES: SEA EAGLE

b) Richard STRAUSS: Concerto No. 2 [memorizado*]
[*] As obras das alíneas b) das provas Eliminatória e Final deverão ser interpretadas de memória, obrigatoriamente.



TUBA | NÍVEL SUPERIOR

PRÉ-ELIMINATÓRIA

(prova submetida por gravação)

a) obra com piano

Alexander LEBEDEV: Concerto in One Movement (Edition Musicus 1960/ http://www.hickeys.com/

b) obra para tuba solo
Erland von KOCH: Monolog Nr. 9 (Carl Gehrmans Musikforlag)


ELIMINATÓRIA


a) António B. SÁ-DANTAS: Chama, Encomenda PJM – Antena 2 - Ed. Scherzo

b) uma obra à escolha entre:
Juras FILAS:
 Sonata (Editions BIM)
Anthony PLOG: Tuba Sonata (Editions BIM)
Bruce BROUGHTON: Sonata (Master Music Publications)
Paul HINDEMITH: Sonata (Schott Music Verlag)
Carlos AZEVEDO: XL - três andamentos para tuba e piano (Editions BIM)
Luís CARDOSO:
Entia Imaginaria II (www.luiscardoso.com )


Antonio PINHO VARGAS: Dois Andamentos em forma de Sonata (AVA Musical Editions)
Ivan JEVTIC: Balkan’s Ayers Rock (Editions BIM) 

c) uma obra à escolha entre:
Jerry GRANT: Rhythming with Airs and Hammers (http://www.hickeys.com/ )
Alex WILDER: Sonata for Tuba and Piano (Hall Leonard /Margun Music)
James GRANT: Chocolates (Potenza Music)
Andy ÉMLÈR: Tubastone No. 1 (Feeling Musique) 

Daniel SCHVETZ: Moderato Tangabile (AVA Musical Editions)
Bruce BROUGHTON: Turbulence (Brubel Music)
Lasse EEROLA: Amorous Play (FIMIC)
Didier GORET: Souffles (Delatour France/ http://www.di-arezzo.fr)
Timothy HIGGINS: Cafe Velocio (www.415-music.com)


FINAL

a) uma obra a solo à escolha entre:
Krzysztof PENDERECKI: Capriccio (Schott Musik Verlag) 

William KRAFT: Encounters II (Editions IM)

John STEVENS: Remembrance (Editions BIM)

Henrik COLDING-JORGENSEN: Boast (Edition-S)
Edward GREGSON: Alarum (Novello)
John KENNY: Sonata for Contrabass Trombone/Tuba (1º andº) (Warwick)
François THUILLIER: Rebellion (Feeling Musique) 

b) obra obrigatória (memorizada):

Ralph Vaughn WILLIAMS: Concerto for Bass Tuba (Oxford Press)



VIOLINO | NÍVEL SUPERIOR

PRÉ-ELIMINATÓRIA

(prova submetida por gravação)

a) Um estudo à escolha entre:
Niccolo PAGANINI: Caprichos, Op.1
Jacob DONT: Op .35
Henryk WIENIAWSKI: L´ECOLE Moderne, Op. 10
Henryk WIENIAWSKI: Études-Caprices, Op. 18

b) De Johann Sebastian Bach, interpretar:
Dois andamentos contrastantes das Sonatas e Partitas para Violino Solo;
ou
Chaconne da 2ª Partita para Violino Solo (BWV 1004);
ou
Uma Fuga à escolha do candidato


ELIMINATÓRIA:

Cada candidato deve organizar o seu recital tendo em vista uma duração aproximada de 40 minutos.
a) João COSTA: Retorno - Encomenda PJM Antena 2 - Ed. Scherzo

b) Wolfgang Amadeus MOZART:
Um 1º andamento com cadência, de um dos seguintes concertos:
Nº 1 em Sib Maior, KV 207
Nº 3 em Sol Maior, KV 216
Nº 4 em Ré Maior, KV. 218
Nº 5 em Lá Maior, KV 219

c) Dois andamentos de Sonata com piano, à escolha entre:
Ludwig van BEETHOVEN: Nº1
Ludwig van BEETHOVEN: Nº2
Ludwig van BEETHOVEN: Nº3
Ludwig van BEETHOVEN: Nº4
Ludwig van BEETHOVEN: Nº5
Ludwig van BEETHOVEN: Nº6
Ludwig van BEETHOVEN: Nº7
Ludwig van BEETHOVEN: Nº8
Ludwig van BEETHOVEN: Nº9
Ludwig van BEETHOVEN: Nº10
Johannes BRAHMS: Nº1
Johannes BRAHMS: Nº2
Johannes BRAHMS: Nº3
Robert SCHUMANN: Sonata Nº 1 em Lá m, Op. 105
Robert SCHUMANN: Sonata Nº 2 em Ré m, Op. 121
Robert SCHUMANN: Sonata Nº 3 em Lá m, WoO 2
Richard STRAUSS: Sonata em Eb M, Op.18
Sergei PROKOFIEV: Sonata Nº 1 em Fá m, Op. 80,
Sergei PROKOFIEV: Sonata Nº 2, em Ré M, Op. 94 bis
Camille SAINT-SÄENS: Nº 1 em Ré m, Op. 75
Gabriel FAURÉ: Sonata Nº 1 em Lá M, Op. 13
Cesar FRANCK
Luiz de FREITAS BRANCO: Sonata Nº1
Luiz de FREITAS BRANCO: Sonata Nº2
George ENESCU: Nº 2 em Fá m, Op. 6
Guillaume LEKEU
Maurice RAVEL: Sonata Nº 2 em Sol M, Op.77
Claude DEBUSSY
Francis POULENC: Sonata Op. 119
Karol SZYMANOWSKI: Sonata em Ré m, Op. 9
Bela BARTÓK: Sonata Nº 1 Op. 21 Sz. 75 (1921)
Bela BARTÓK: Sonata Nº 2, Sz 76 (1922)
Paul HINDEMITH: Sonata Nº 2 em Ré Maior, Op. 11

d) Uma peça à escolha entre:
Camille SAINT-SÄENS: Introdução e Rondo Capriccioso, Op.28
Piotr I. TCHAIKOVSKY: Valse-Scherzo, Op.34
Franz WAXMAN: Fantasia Cármen
Maurice RAVEL: Tzigane, Rapsódia de Concerto para Violino e Orquestra
Pablo de SARASATE: Fantasia do Concerto Carmen, Op.25
Henryk WIENIAWSKI: Polonaise de Concerto Nº 1, Op.4
Henryk WIENIAWSKI: Souvenir de Moscovo, Op. 6
Henryk WIENIAWSKI: Polonaise Brillante em Lá M, Op. 21
Antonio BAZZINI: La Ronde des Lutins, Op.25
Franz SCHUBERT: Rondo Brillant em Si menor, Op. 70 (D895)
Robert SCHUMANN: Fantasia em Dó M, Op. 131
Eugène YSAYE: Uma das seis Sonatas para Violino Solo, Op. 27
Eugène YSAYE: Caprice d’Après L’Étude en Forme de Valse de Saint-Säens
Karol SZYMANOWSKI: Nocturne et Tarentelle, Op. 28;
Karol SZYMANOWSKI: Três Mitos, Op. 30
Karol SZYMANOWSKI: Três Caprichos de Paganini, Op. 40


FINAL:

a)
Uma obra (ou parte) composta na 2ª metade do séc. XX / séc. XXI, para violino solo ou violino com piano – duração entre 5 e 15 minutos.

b) Um concerto (memorizado) à escolha entre:
Ludwig van BEETHOVEN: Concerto para Violino e Orquestra em Ré Maior, Op.61
Johannes BRAHMS: Concerto para Violino e Orquestra em Ré Maior, Op.77
Max BRUCH: Fantasia Escocesa, para Violino e Orquestra, Op. 46
Piotr I. TCHAIKOVSKY: Concerto para Violino e Orquestra em Ré Maior Op. 35
Edouard LALO: Sinfonia Espanhola, para Violino e Orquestra, Op. 21
Niccoló PAGANINI: Concerto para Violino e Orquestra Nº 1 em Mi bemol Maior, Op.6
Niccoló PAGANINI: Concerto para Violino e Orquestra, Nº 2 em Si menor, Op.7
Niccoló PAGANINI: Concerto para Violino e Orquestra Nº 4 em Ré menor.
Jean SIBELIUS: Concerto para Violino e Orquestra em Ré Maior, Op. 47
Richard STRAUSS: Concerto para Violino e Orquestra em Ré menor, Op. 8
Alexander GLAZUNOV: Concerto para Violino e Orquestra, Op. 82
Luiz de FREITAS BRANCO: Concerto para Violino e Orquestra, em Ré Maior
Sergei PROKOFIEV: Concerto Nº 1 em Ré Maior, Op. 19
Sergei PROKOFIEV: Concerto Nº 2 em Sol menor, Op. 63
Bela BARTÓK: Concerto para Violino e Orquestra (1938)
Alban BERG: Concerto “À Memória de um Anjo”
Dimitri CHOSTAKOVICH: Concerto para Violino e Orquestra Nº1 em Lá menor, Op.77
Dimitri CHOSTAKOVICH: Concerto para Violino e Orquestra Nº2 em Dó sustenido menor, Op.129
Camille SAINT-SAËNS: Concerto para Violino e Orquestra Nº 3, em Si menor Op. 61
Henri VIEUXTEMPS: Concerto para Violino e Orquestra Nº 4, em Ré menor, Op.31
Henri VIEUXTEMPS: Concerto para Violino e Orquestra Nº 5, em Lá menor, Op. 37
Henryk WIENIAWSKI: Concerto Nº 1 em Fá# m, Op. 14
Igor STRAVINSKY: Concerto em Ré
Carl NIELSEN: Concerto para Violino, Op. 33
William WALTON: Concerto para Violino



VIOLA DEDILHADA (Guitarra clássica) | NÍVEL SUPERIOR

PRÉ-ELIMINATÓRIA

(Prova submetida por gravação)

a) Fernando SOR: Andante Largo, Op. 5, nº 5 (edição recomendada Tecla Editions)

b) Heitor VILLA-LOBOS: Um estudo à escolha do candidato (e.r. Max Eschig)

c) Uma obra à escolha do candidato de Francisco TÁRREGA, Agustín BARRIOS, Giulio REGONDI ou Kaspar MERTZ (edição à escolha)


ELIMINATÓRIA

a) Inés BADALO: Policromia Vidrada, Encomenda PJM - Antena 2 - Ed. Scherzo

b) Uma Sonata completa (livre escolha do candidato)

c) Uma obra dos sécs. XX-XXI (diferente das apresentadas na Pré-eliminatória)
A duração total da prova é de um mínimo de 25 minutos e um máximo de 30 minutos. As obras apresentadas deverão ser originais para guitarra e o seu nível de dificuldade será avaliado pelo júri.


FINAL

a) Manuel de Falla - Hommage pour le tombeau de Debussy (e.r. Chanterelle)

b) Um concerto (memorizado) à escolha entre os seguintes:
Mario CASTELNUOVO-TEDESCO: Concerto Op.99 (Schott)
Mario CASTELNUOVO-TEDESCO: Concerto Op.160 (Schott)
Joaquín RODRIGO: Concierto d' Aranjuez (e.r Ediciones Joaquín Rodrigo)
Joaquín RODRIGO: Concierto para una Fiesta (e.r. Schott)
Manuel M. PONCE: Concierto del sur (Schott)
Heitor VILLA-LOBOS: Concerto (Editions Max Eschig)
Leo BROUWER: Concerto No3 "Elegiaco" (e.r. Max Eschig)
Sérgio AZEVEDO: Concertino para guitarra e pequena orquestra (AVA Editions)
Stephen GOSS: Guitar Concerto (Doberman Yppan)



CATEGORIA B – MÚSICA DE CÂMARA | Níveis Médio e Superior

PRÉ-ELIMINATÓRIA
(prova submetida por gravação áudio)

Um andamento de duas ou três obras de carácter e época diferentes
A duração total das obras apresentadas é de um mínimo de 10 minutos e um máximo de 25 minutos.
O Júri pode invalidar os grupos que não cumpram o tempo estipulado


ELIMINATÓRIA

a) (alínea obrigatória) Uma obra completa de época à escolha

b) (alínea obrigatória) Parte de outra obra de carácter e época diferentes

c) (alínea opcional) Mais uma obra ou parte, de carácter e época diferentes

A duração total das obras apresentadas é de um mínimo de 20 minutos e um máximo de 35 minutos.
O Júri pode invalidar os grupos que não cumpram o tempo estipulado.


FINAL

a) Uma obra ou parte, de autor português (duração aproximada de 10 minutos) 

b) Uma obra completa

c) (alínea opcional) Mais uma obra ou parte, de carácter e época diferentes

A duração total das obras apresentadas é de um mínimo de 25 minutos e um máximo de 45 minutos.
O Júri pode invalidar os grupos que não cumpram o tempo estipulado.


Observações: 

- O repertório da Eliminatória não pode incluir obras (nem andamentos diferentes das mesmas obras) que já tenham sido apresentadas na Pré-Eliminatória
- O repertório da Final não pode incluir obras (nem andamentos diferentes das mesmas obras) que já tenham sido apresentadas nas fases anteriores do concurso
- O repertório para as três provas deve proceder de obras originais
- Todas as peças nas três fases da competição têm de ser interpretadas pela totalidade dos elementos do grupo
- Todos os instrumentos do agrupamento devem ter idêntico grau de protagonismo. Não são, por exemplo, aceites obras em que um dos instrumentos seja acompanhador

Nota (1): O PJM criou uma base de dados com obras de autores portugueses dos séculos XX-XXI, disponível para consulta no site do PJM
Nota (2): O PJM reserva o direito de limitar a admissão a formações de câmara cuja estrutura seja compatível com as possibilidades logísticas da organização do Prémio



CATEGORIA C – CANTO (SOLISTAS) | NÍVEL SUPERIOR

PRÉ-ELIMINATÓRIA:

(prova submetida por gravação)

a) Um lied (*) à escolha
(*) O termo lied é entendido na sua acepção mais abrangente, podendo os candidatos interpretar canções em diferentes idiomas


b) Uma ária de ópera à escolha
Nota: as provas têm de ser cantadas em dois idiomas diferentes


ELIMINATÓRIA:

a) Nuno COSTA: Instrepere II (versões para soprano/mezzo; tenor; barítono) - Encomenda PJM – Antena 2 - Ed. Scherzo

b) Um lied à escolha

c) Uma ária de oratória (*) à escolha

d) Uma ária de ópera à escolha

Notas:
(*) em alternativa, os candidatos podem propor árias de Paixão, Missa ou Requiem
- As provas têm de ser cantadas em três idiomas diferentes
- A duração total das obras apresentadas em a) b) c) e d) é de um máximo de 25 minutos
- O repertório da Eliminatória não pode incluir obras que já tenham sido apresentadas na Pré-eliminatória
- À excepção da obra da alínea a), o restante repertório desta prova deve ser cantado de memória


FINAL:

a) Dois lieder à escolha (pelo menos um dos sécs. XX/XXI)

b) Uma ária de oratória (*) à escolha

c) Uma ária de ópera até ao séc. XIX (inclusive)

d) Uma ária de ópera dos sécs. XX/XXI

Notas:
(*) em alternativa, os candidatos podem propor árias de Paixão, Missa ou Requiem
- As provas têm de ser cantadas em quatro idiomas diferentes, incluindo o português
- A duração total das obras apresentadas em a) b) c) e d) é de um máximo de 30 minutos
- O repertório da Final não pode incluir obras que já tenham sido apresentadas nas fases anteriores do concurso
- Todo o repertório desta prova deve ser cantado de memória



4. PRAZOS e DISPOSIÇÕES GERAIS

4.1.
Advertência

a) Não é permitida a utilização de fotocópias sempre que as obras interpretadas se encontrem editadas comercialmente.

b) Os candidatos que pretendam utilizar partituras ilegais não serão autorizados a prestar provas, sendo automaticamente eliminados do concurso.

c) A apresentação de repertório que não esteja editado comercialmente deverá ser autorizada pelos compositores através de um documento assinado pelos próprios ou pelos seus herdeiros / representantes legais.


4.2. Inscrição

a) O prazo de inscrição dos concorrentes termina a 31 de Março de 2017.

b) Confirmada a admissão dos concorrentes, não é permitido alterar o programa indicado no Formulário de Inscrição.


4.3. Local e data das provas

a)
À excepção das provas Pré-Eliminatórias (por gravação áudio), as sessões do PJM são públicas;

b) As Eliminatórias das categorias A, B e C realizam-se entre 11 e 16 de Junho na Escola de Música do Conservatório Nacional - Lisboa.

c) As Finais das categorias A, B e C realizam-se entre 27 e 31 de Julho na Casa da Música - Porto.

d) A edição deste ano culminará com a realização do 7º Festival Jovens Músicos que decorrerá na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, entre os dias 5 e 7 de Outubro de 2017.

Todos os vencedores nas diferentes categorias participarão neste festival de acordo com o seguinte calendário:

- 05 de Outubro: Laureados Solistas, com a Orquestra Gulbenkian
- 06 de Outubro: Laureados de Música de Câmara
- 07 de Outubro: Vencedor do Prémio Mº Silva Pereira / Jovem Músico do Ano (a atribuir no final do concerto de 05 de Outubro), interpreta o seu concerto da prova Final (completo) com a Orquestra Gulbenkian

Os concertos com a Orquestra Gulbenkian serão dirigidos pelo maestro Nuno Coelho da Silva. 

Alguns dos concertos e recitais do Festival Jovens Músicos poderão ser transmitidos em directo ou em diferido pela Antena 2, RTP e Web, não havendo lugar a qualquer remuneração por esse facto.

f) Os premiados nas modalidades solistas devem estar disponíveis para ensaios com a Orquestra Gulbenkian a partir do dia 01 de Outubro, nos locais e horas agendadas pela Produção do PJM.

g) Os premiados em Música de Câmara devem estar disponíveis para o ensaio geral, no local e hora agendados pela Produção do PJM.


4.4. Provas Pré-Eliminatórias

a) As gravações das provas da Pré-Eliminatória são da exclusiva responsabilidade dos candidatos e devem ser asseguradas pelos mesmos.

b) Não são aceites gravações que incluam cortes durante a execução de uma obra. São aceites cortes apenas entre andamentos e / ou entre as diferentes peças submetidas por gravação.

4.5.1. Sorteios | Categorias A, B, C

a) O sorteio para as provas Eliminatórias realiza-se em Lisboa, na Escola de Música do Conservatório Nacional, às 15h00 da véspera da Eliminatória de cada modalidade e na presença de todos os concorrentes devidamente identificados.

b) O concorrente que, por motivos de força maior, não puder assistir ao sorteio, poderá ser representado pela organização do PJM, que lhe transmitirá o resultado.

c) Não é permitido alterar a ordem do sorteio excepto por motivos de força maior.

d) O concorrente que não se apresentar de acordo com a ordem e hora estabelecidas no sorteio será excluído.

e) O sorteio para as provas Finais realiza-se no Porto, na Casa da Música, às 15h00 da véspera da Final de cada modalidade, sendo os restantes procedimentos idênticos ao disposto nas alíneas b), c) e d) deste ponto.

4.6. Os concertos da prova Final da Categoria A (níveis médio e superior) deverão ser executados de memória.

4.7. São admitidos no máximo três finalistas em cada modalidade a concurso.



5. JÚRI

Na presente edição, o Júri do Prémio Jovens Músicos será presidido pela Exmª Senhora Profª Maria Teresa de Macedo, sendo Vice-Presidente o Mº José Luís Borges Coelho.

5.1. O Júri é constituído por personalidades de reconhecido mérito.

5.2. O Júri reserva-se ao direito de interromper ou solicitar a repetição da execução total ou parcial da obra.

5.3. O Júri reserva-se ao direito de solicitar a redução dos programas durante as provas (por exemplo, dispensando a execução de andamentos ou repetições de secções).

5.4. O Júri reserva-se ao direito de não apurar quaisquer concorrentes para a Final.

5.5. As avaliações do Júri são feitas com base em cada prova prestada.

5.6. O Júri reserva-se ao direito de não atribuir qualquer prémio.

5.7. A substituição, por motivos de força maior, de elementos do Júri (incluindo do seu Presidente ou Vice-Presidente) é da exclusiva responsabilidade da Direção do Prémio. A nomeação de jurados substitutos será acordada entre a Presidente do Júri, Vice-Presidente e o Diretor do Prémio.

5.8. O Júri emitirá um parecer artístico sobre os participantes nas provas Eliminatórias que não sejam apurados para a Final do concurso.

5.9. Os resultados das provas serão anunciados no site do PJM, após a deliberação do Júri.

5.10. As decisões do Júri são inapeláveis.



6. 7º FESTIVAL JOVENS MÚSICOS / PJM

A Antena 2 e o Serviço de Música da Fundação Calouste Gulbenkian organizam o 7º Festival Jovens Músicos, que decorrerá no Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian entre os dias 05 e 07 de Outubro de 2017.

Este festival promoverá três painéis de discussão e um conjunto de recitais e concertos no Grande Auditório da Fundação Gulbenkian.

Para além de divulgar os jovens músicos laureados na edição PJM 2017 e de convidar vários músicos e agrupamentos distinguidos em anteriores edições do PJM, este festival contará, ainda, com a colaboração da Orquestra Gulbenkian e de outros agrupamentos a anunciar oportunamente.



7. PRÉMIOS

7.1. São constituídos três prémios para todas as modalidades das Categorias A, B e C.

7.2. Não são atribuíveis primeiros prémios ex aequo.

7.3. Poderão ser atribuídas menções honrosas a candidatos solistas ou a grupos de Música de Câmara que demonstrem qualidades que o Júri entenda dever incentivar.

7.4. Os prémios constam no seguinte anexo:




A resolução das situações omissas neste regulamento será da responsabilidade exclusiva da organização do PJM e da Presidência do Júri.



- CONTACTOS

- Direcção artística: Luís Tinoco

- Produção: Zulmira van Holstein

- Tel: + (351) 21 382 02 88 

- E-mail: premiojovensmusicos@rtp.pt

- Morada: Antena 2 - Prémio Jovens Músicos
Av. Marechal Gomes da Costa nº 37, Piso 3A
1849-030 Lisboa