Antena 1 ganha prémio ANAM de Jornalismo

por RTP
Arlinda Brandão - Antena 1

A jornalista da Antena 1 Arlinda Brandão ganhou o Prémio Dr. José Manuel Pavão, promovido pela ANAM - Associação Nacional de Assembleias Municipais, na categoria de Jornalismo.

É alvo desta distinção um conjunto de cinco reportagens que passaram no programa diário "Portugal em Direto" da Rádio Pública. São cinco peças de jornalismo radiofónico onde se mostra o trabalho e a importância das Assembleias Municipais no poder local democrático, bem como exemplos de iniciativas de autarquias.

Numa cerimónia que decorreu esta tarde em Barcelos, a Associação Nacional de Assembleias Municipais divulgou os vencedores dos Prémios ANAM deste ano em três áreas: Prémio “boas prátcas” nas Assembleias Municipais, Prémio trabalhos de âmbito escolar e Prémio Dr. José Manuel Pavão; na categoria de Jornalismo e na categoria de Investigação académica.

Os Prémios da Associação Nacional de Assembleias Municipais visam reconhecer os melhores trabalhos realizados anualmente, como trabalhos de investigação científica e jornalística, estudos, e artigos, em prol da valorização e dignificação das Assembleias Municipais, bem como o seu papel na organização democrática dos municípios.

Premeia também a divulgação do trabalho das Assembleias Municipais junto das populações e os temas de informação Local.

A ANAM foi fundada em 2016 e representa 206 Assembleias Municipais associadas, distribuídas pelo território continental, Açores e Madeira, sendo um dos mais importantes órgãos do Poder Local criados após o 25 de Abril.

O Prémio Dr. José Manuel Pavão na categoria de Jornalismo foi atribuído pelas seguintes reportagens que passaram na Antena 1:

- As Assembleias Municipais dão voz aos munícipes como se ouviu a 15 de março de 2023 com as denúncias de cidadãos de Lisboa, que se queixam de despejos no Casal do Gil, na Freguesia da Ajuda.

- A 24 de maio de 2023, mostrámos a importância das recomendações da Assembleia Municipal para a resolução dos problemas locais, quando a Assembleia Municipal de Lisboa pediu obras urgentes nas escolas Luísa de Gusmão e Nuno Gonçalves e na sequência dessa recomendação o Ministério da Coesão Territorial garantiu que o financiamento da obra de reabilitação estava acautelado.

- No dia 28 de setembro, demos conta de um projeto da Câmara de Lisboa na freguesia de Santa Clara. O projeto "Livros muito abertos", realiza-se na Quinta Alegre e é dirigido a idosos e faz parte do Plano Metropolitano de Operações Integradas em Comunidades Desfavorecidas.

- Outra iniciativa social local foi revelada a 23 de novembro de 2023, chama-se "Balcão do Bairro" e é para ajudar os mais desfavorecidos. É também um projeto do Plano Metropolitano de Operações integradas em comunidades desfavorecidas. Os "Balcões do Bairro" têm o apoio da Fundação Aga Khan e estão a avançar nas freguesias de Marvila, do Lumiar e de Santa Clara.

- A 22 de dezembro de 2023 demos conta da iniciativa "um postal igual a um abraço" dirigido aos idosos de Lisboa. É uma iniciativa de proximidade da Junta de Freguesia de Belém com o Agrupamento de Escolas do Restelo e com o Projeto RADAR que apoia pessoas com mais de 65 anos. Serve para combater a solidão.
pub