Exposição "Lisboa em Revolução, 1383-1974"

por Arlinda Brandão - Antena 1

Fotos: Arlinda Brandão - Antena 1

O Museu de Lisboa junta-se à celebração dos 50 anos do 25 de Abril com a exposição "Lisboa em Revolução, 1383-1974" no Palácio Pimenta, que abre hoje ao público.

A exposição foca-se em seis períodos de tensão: 1383, 1640, 1820, 1836, 1910 e 1974. Parte da voz de personagens e de sítios em Lisboa onde as ações aconteceram, contando histórias sobre acontecimentos e os efeitos que cada momento revolucionário foi tendo na transformação do país. 

Expõe-se, pela primeira vez num mesmo espaço, "quase todos os momentos de rutura e transformação principais do país" desde o século XIV. As revoluções escolhidas estão unidas no "sentimento de liberdade", seja pelo direito à independência em 1383 e 1640, pela liberdade de expressão em 1820, pelo reforço da soberania popular em 1838, para acabar com o governo monárquico em 1910 ou pela democracia em 1974.
A Exposição "Lisboa em Revolução, 1383-1974" destaca peças originais que estão expostas entre as 135 provenientes do acervo do Museu de Lisboa e uma centena de mais de 40 instituições externas (museus nacionais, arquivos e coleções privadas).

Pretende-se promover uma reflexão sobre o conceito em si de Revolução. A exposição será acompanhada por um programa paralelo a anunciar em breve, com espetáculos, visitas, percursos e oficinas.

Pode ser visitada a partir deste domingo e até 5 janeiro do próximo ano no Palácio Pimenta do Museu de Lisboa.
pub