Lídia Jorge. Obra de Agustina é uma obra sem defeito

por RTP

A escritora Lídia Jorge confessa-se chocada com a morte de Agustina Bessa-Luís. "Tinha ideia de que ela seria eterna", diz, para depois acrescentar que se trata da maior escritora ficcionista do século XX, com uma obra "extraordinária, sem defeito".