Em direto
Portugal comemora 50 anos da Revolução dos Cravos. Acompanhe ao minuto

"Memórias em Tempo de Amnésia", um livro que condena o colonialismo

por RTP

Foto: facebook.com/alvaro.vasconcelos2

O colonialismo praticado nas colónias portuguesas é um crime contra a humanidade - esta é a convicção do especialista em assuntos internacionais Álvaro Vasconcelos.

Aos 79 anos, este ex-dirigente do Partido Comunista explora as memórias de juventude vividas na cidade da Beira, em Moçambique, para relatar casos de exploração e trabalhos forçados.

Nascido no Porto, aos nove anos Álvaro Vasconcelos vai para a cidade da Beira. Com o 25 de Abril e as independências africanas, escolhe ir para a África do Sul. Chegou a estar exilado na Bélgica, retornou a Portugal mas ainda emigrou para o Brasil.

A sua vida é contada numa obra com a chancela das Edições Afrontamento.
pub