Morreu a cantora Madalena Iglésias

| Cultura

|

A cantora Madalena Iglésias, que venceu o Festival da Canção em 1966 com a música "Ele e Ela", morreu hoje aos 78 anos numa clínica em Barcelona, Espanha.

Madalena Lucília Iglésias Doval nasceu a 24 de outubro de 1939 na freguesia de Santa Catarina, em Lisboa.

Em 1966, venceu o Festival da Canção com “Ele e Ela. Em 1972, desligou de vez o microfone, casou e foi viver para a Venezuela. A partir de 1987 escolheu a cidade de Barcelona para viver.



Madalena Iglésias estudou no Conservatório e na Escola do Canto e, com apenas 15 anos, entrou para o Centro de Preparação de Artistas da Rádio da Emissora Nacional. Em 1954 estreia-se em simultâneo na televisão e na Emissora Nacional.

Em 1959, Madalena Iglésias já se tinha apresentado na televisão espanhola e em 1960 foi eleita várias vezes por votação popular, através de subscritos, Rainha da Rádio e da Televisão.

Em 1962 representou Portugal no Festival de Benidorm, que lhe abriu definitivamente as portas do mercado internacional. Realizou digressões por Espanha e pela América do Sul, gravou para a discográfica Belter e concorreu a diferentes festivais internacionais, como o Palma de Maiorca e o de Aranda del Duero, que venceu em 1964.

Além de "Ele e Ela", do repertório da cantora fazem parte, entre outras, as canções "Silêncio Entre Nós", "Poema de Nós Dois", "Canção para um poeta", "Canção Que Alguém Me Cantou", "É Você, "Oração Na Neve" e "De Longe, Longe, Longe...", "Canção de Aveiro", "Cuando Sali de Cuba", "Ven esta noche", "La frontera" e "La más bella del baile". Na carreira, ainda se contam participações em vários filmes.

A sua carreira foi retratada em 1989 pelo musical de Filipe La Feria, What Happened to Madalena Iglésias?,que retratava a rivalidade com Simone de Oliveira, o outro nome que marcou a música em Portugal na década de 60.

Em 2012, António Costa, então presidente da Câmara de Lisboa, inaugura em Benfica um busto em bronze de homenagem a Madalena Iglésias.

"Madalena nasceu para cantar. E continuará a cantar"
Esta terça-feira os filhos de Madalena Iglésias utilizaram o Facebook para comunicar o falecimento. “Agradecemos profundamente o carinho e respeito que sempre lhe demonstraram. Vocês foram responsáveis por uma parte importante da sua felicidade. Madalena nasceu para cantar. E continuará a cantar”, lê-se na missiva deixada na página da cantora.


 
As cerimónias fúnebres vão decorrer em Barcelona a partir do fim da tarde desta terça-feira.

Tópicos:

Canção, Madalena Iglésias Barcelona,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes.

    Em entrevista à RTP, o paquistanês Ahmad Nawaz recorda o ataque de 2014 a uma escola de Peshawar.

    Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.