Portugueses vencem concurso de projeto para renovação da Biblioteca de Genebra

por Lusa

Q projeto de arquitetura pluridisciplinar para a renovação e ampliação da Biblioteca de Genebra, escolhido por concurso, é da autoria do estúdio de arquitetura português VASSCO, ACE em conjunto com a Adão da Fonseca -- Engenheiros Consultores, foi hoje anunciado.

O projeto "Larnage" caracteriza-se pela redefinição paisagística do traçado do pátio de Bastions (nome do local onde se situa a Biblioteca de Genebra), bem como uma procura de reinterpretação da relação do edifício com o Parque de Bastions e da rua de-Candolle, lê-se num comunicado hoje divulgado pela Cidade de Genebra, que promoveu o concurso.

O júri, que foi unânime na escolha do projeto português, "foi particularmente conquistado pela opção de substituir os dois anexos da Biblioteca por dois novos pavilhões contemporâneos, leves e transparentes".

"Os espaços nobres do edifício histórico restaurado são devolvidos ao público. A biblioteca é concebida como um local de estudo, encontro e intercâmbio, acessível ao público e aberto ao parque, propício à implantação da sua programação cultural e científica. Um local cujo conceito arquitetónico reflete também a vontade da instituição de se abrir claramente à cidade, respeitando os fortes elementos patrimoniais do edifício existente", lê-se ainda no comunicado.

Os projetos que estiveram a concurso, bem como o projeto escolhido, estarão em exposição no Fórum Faubourg a partir de terça-feira e até 08 de dezembro.

A Biblioteca de Genebra, fundada no século XVI, tem uma atualmente uma coleção de dois milhões de documentos, e mais quatro milhões de imagens que documental Genebra e a região onde esta cidade se situa.

Tópicos
pub