Banco de Moçambique vê "ligeira aceleração" no crescimento económico a curto prazo

por Lusa

O Banco de Moçambique prevê a curto prazo uma "ligeira aceleração do crescimento" da economia, face às perspetivas na indústria extrativa e no setor terciário, de acordo com um relatório publicado hoje.

No relatório sobre a conjuntura económica, o banco central sublinha que essa previsão exclui a produção de gás natural, componente que continua a registar o maior crescimento da economia de Moçambique, contrariamente aos restantes setores.

"Esta previsão é sustentada pelas perspetivas de melhoria do desempenho da indústria extrativa e do setor terciário, não obstante a ocorrência de eventos climáticos extremos", lê-se no relatório.

O Produto Interno Bruto (PIB) real de Moçambique cresceu 5,4% no quarto trimestre de 2023, e 5% no acumulado do ano, face aos 4,2% em 2022.

O relatório do Banco de Moçambique acrescenta que a "evolução recente" do Índice de Produção Industrial para o valor mais alto desde junho de 2023 "corrobora a melhoria gradual da atividade económica no curto prazo, ao apontar para um aumento da confiança das empresas quanto à atividade futura, em face do incremento do volume de vendas e de novas encomendas".

O PIB moçambicano deverá crescer para 1,536 biliões (milhões de milhões) de meticais (22.084 milhões de euros) em 2024, o que corresponde a um crescimento económico esperado de 5,5%, na previsão oficial do Governo.

Tópicos
pub