Casa Mendes Gonçalves quer duplicar receitas em dois anos e atingir 100 ME

por Lusa

A Casa Mendes Gonçalves, que produz molhos, vinagres e temperos, quer quase duplicar as receitas em dois anos, atingindo 100 milhões de euros, indicou o grupo à Lusa.

"Este ano já investimos mais de 10 milhões de euros para aumentar a capacidade das atuais linhas de produção, com o objetivo de alcançarmos, em dois anos, os 100 milhões de euros em receitas, muito também à conta da internacionalização das marcas", avançou o grupo, em resposta à Lusa.

Em 2023, as receitas da casa Mendes Gonçalves, que conta com mais de 400 trabalhadores, atingiram 56 milhões de euros, acima dos 45 milhões de euros totalizados no ano anterior.

O grupo tem por objetivo aumentar a sua presença em mercados onde já está presente, como Espanha e Marrocos.

Paralelamente, quer investir em mercados como Brasil e os Estados Unidos, bem como reforçar a sua expressão na Europa.

Na semana passada, a Casa Mendes Gonçalves anunciou a compra da empresa de consultoria e formação na área do empreendedorismo Territórios Criativos.

Citado em comunicado, o administrador do grupo, Carlos Gonçalves, afirmou acreditar que este é um "passo significativo" para apoiar o desenvolvimento de novos negócios.

"Este investimento reflete o nosso compromisso com o empreendedorismo e a inovação, áreas cruciais para o progresso económico e social de Portugal", acrescentou.

O fundador da Territórios Criativos, Luís Matos Martins, vai assumir a liderança da nova área de negócio dentro do grupo Casa Mendes Gonçalves.

Questionada pela Lusa, a Casa Mendes Gonçalves disse hoje não poder revelar o valor da operação.

Tópicos
pub