Centeno acredita num acordo com tempo para pessoas e empresas se adaptarem ao Brexit

| Economia

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, defendeu hoje, em Londres, que é possível alcançar um acordo "generoso" para o Brexit, mas os agentes económicos terão de ter tempo para se ajustarem.

"Esta é uma mudança estrutural, e isto é o mais positivo que posso ser. Como mudança estrutural, os agentes demoram tempo a ajustar-se e precisamos de tornar a transição muito clara e os políticos têm de dar tempo aos agentes para se ajustarem", disse Centeno, numa palestra na universidade britânica London School of Economics.

Centeno prevê que o Brexit resulte em fluxos de pessoas e capitais e que empresas vão entrar e vão sair do Reino Unido, mas alertou que "há muito em jogo, especialmente no setor financeiro".

O presidente do Eurogrupo alertou para os riscos que o Brexit (processo de saída do Reino Unido da União Europeia) representa para as duas economias, especialmente a britânica, e mostrou-se confiante num desfecho positivo das negociações.

"Penso que temos condições para ter um acordo sobre o Brexit que seja generoso o suficiente para os agentes económicos terem tempo de se ajustarem, uma vez que a transição for definida pelos políticos", concluiu.

O Governo britânico deu conta nos últimos dias de que intensificou os preparativos para a falta de um acordo e hoje publicou mais um lote de notas técnicas para informar pessoas e empresas sobre as consequências de uma saída da União Europeia sem um entendimento com Bruxelas.

O ministro para o Comércio Internacional, Liam Fox, disse em agosto que as probabilidades de não se chegar a um acordo eram de "60-40", mas, no início da semana, o negociador-chefe dos 27, Michel Barnier, aludiu para a possibilidade de se chegar a um consenso até novembro.

Mário Centeno esteve em Londres na qualidade de presidente do Eurogrupo para proferir uma palestra intitulada "Como pode o euro proteger a Europa de crises futuras?", em que discutiu as medidas para reformar a moeda única europeia e como é que esta pode proteger a economia europeia de choques internos e externos no futuro.

Tópicos:

Eurogrupo, London School,

A informação mais vista

+ Em Foco

O criador dos óculos de realidade virtual está a desenvolver tecnologia que vai transferir jogos de vídeo para os campos de batalha.

Reunimos aqui reportagens sobre as forças de elite portuguesas, emitidas por ocasião dos 100 anos do Armistício que pôs fim à I Guerra Mundial.

    O coração de Lisboa foi palco do maior desfile militar dos últimos 100 anos no país, por ocasião do centenário do Armistício que pôs fim à I Grande Guerra.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.