Consórcio Amorim/Vanguard garante "desenvolvimento sustentável" na Comporta

| Economia

O consórcio Amorim Luxury/Vanguard Properties garantiu hoje um projeto de "desenvolvimento sustentável" para a Herdade da Comporta, no dia em que foi anunciada a assinatura do contrato com a Gesfimo para a compra da propriedade.

"O Consórcio Vanguard Properties e Amorim Luxury chegou a acordo com a Gesfimo para a compra dos ativos imobiliários do Fundo da Herdade da Comporta. O projeto que o consórcio se propõe desenvolver assenta na ligação virtuosa entre a comunidade, o mar e a terra, garantindo um desenvolvimento sustentável de toda a região", avançou o agrupamento em comunicado.

O contrato promessa de compra e venda com a sociedade gestora "foi celebrado na presença e nas instalações da Deloitte Consultores, entidade que supervisionou o processo concursal iniciado em 22 de agosto, e deverá ser submetido à apreciação da assembleia geral de participantes do fundo proprietário" segundo o mesmo documento.

O consórcio informou ainda que "foi assessorado por André Luiz Gomes e Marta Pinto da Silva (LGPAS), José Franqueira Dias, Francisco Cortez (MLGTS) e António Payan Martins (CMS - Rui Pena & Arnaut), bem como pela KPMG, Cushman Wakefield e João Líbano Monteiro & Associados".

A Gesfimo, entidade gestora da Herdade da Comporta, adiantou hoje, em comunicado enviado à Lusa, que assinou um "contrato promessa de compra e venda" da propriedade com o consórcio Amorim/Vanguard.

"A Gesfimo -- Espírito Santo Irmãos Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Imobiliário, SA, na qualidade de entidade gestora do Herdade da Comporta -- Fundo Especial de Investimento Imobiliário Fechado, informa que assinou com o consórcio constituído pela Amorim Luxury SA e Port Noir Investments SARL [mais conhecido por Vanguard Properties], um contrato promessa de compra e venda de ativos que integram o património do fundo, no âmbito de um processo de venda assessorado pela Deloitte", lê-se no comunicado.

Fonte próxima do processo disse à Lusa que o documento foi assinado na terça-feira.

A Gesfimo avançou ainda que "a sociedade gestora do Fundo irá comunicar ao Ministério Público e ao Tribunal Central de Instrução Criminal os termos deste acordo".

"Será dado conhecimento aos titulares das unidades de participação dos termos e condições do acordo acima referido em Assembleia de Participantes a convocar para o efeito", realçou ainda o documento, sem avançar data para a reunião.

Tópicos:

Amorim Luxury SA, Amorim Vanguard Gesfimo Espírito Irmãos, Consórcio Vanguard Properties, Franqueira, Herdade, Líbano Monteiro & Associados, Payan,

A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Segundo um relatório da Amnistia Internacional, o número de mulheres vítimas de violência doméstica em Portugal continua elevado.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.