Estados Unidos entram em recessão técnica

por RTP
O banco central dos Estados Unidos já anunciou novos aumentos dos juros ainda este ano. Shannon Stapleton - Reuters

A maior economia mundial registou uma quebra de 0,9 por cento no segundo trimestre deste ano, ou seja, entre abril e junho, indicou esta quinta-feira o Departamento do Comércio. Nos primeiros três meses do ano, o PIB dos Estados Unidos tinha recuado 1,6 por cento. Dois trimestres consecutivos de queda significam recessão técnica.

Estes dados são conhecidos depois de a Reserva Federal ter decidido fazer um novo aumento da taxa de juro de referência, em 75 pontos base, como forma de combater a elevada inflação.

O cenário de recessão técnica tem, todavia, sido afastado pela Administração norte-americana e por vários economistas, que consideram que a economia não está necessariamente em recessão devido a outros indicadores mais favoráveis.
O banco central dos Estados Unidos já anunciou novos aumentos dos juros ainda este ano.

"Não creio que seja provável que a economia dos EUA esteja em recessão neste momento", afirmou na quarta-feira o presidente da Reserva Federal norte-americana (Fed), citado pela agência noticiosa Efe.

Para Jerome Powell, a robustez do mercado de trabalho dos EUA - que teve uma taxa de desemprego de 3,6 por cento durante quatro meses - será suficiente para convencer o público de que o país não está em recessão.

O presidente do banco central da maior economia do mundo acrescentou que não acredita que o PIB seja um indicador fiável para ditar se um país se encontra ou não em recessão, mas apontou que não cabe à Fed determinar tal.

A posição de Powell coincide com a do presidente norte-americano, Joe Biden, que na segunda-feira disse à comunicação social acreditar que não haverá uma recessão na economia dos EUA.

Para o chefe de Estado norte-americano, os bons números do emprego poderão contribuir para uma reversão do crescimento registado no primeiro trimestre do ano, quando contraiu 1,4% em valores anualizados.

c/ agências
pub