Franceses investem em projeto de moradias ecológicas em Idanha-a-Nova

| Economia

Investidores franceses avançaram com um projeto de construção de 40 moradias ecológicas situadas num condomínio com 238 hectares, em Monsanto, Idanha-a-Nova, cujo investimento irá situar-se entre os quatro e os cinco milhões de euros, foi hoje anunciado.

"O projeto já arrancou. Neste momento, estão a ser feitas as infraestruturas básicas num terreno de 238 hectares, na Herdade do Carvalhal, próximo de Monsanto", afirmou à agência Lusa o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto.

O projeto "Monsanto Verde", que foi recentemente apresentado no Salão do Imobiliário e do Turismo Português em Paris, onde o município de Idanha-a-Nova marcou presença, inclui a construção de 40 casas bioclimáticas, cujos lotes terão uma área mínima de três hectares cada.

O autarca realça a importância deste investimento para Idanha-a-Nova e sublinha que a escolha dos investidores recaiu neste concelho do distrito de Castelo Branco devido à estratégia e à aposta que o município tem feito na economia verde.

"A nossa estratégia foi fundamental para a decisão dos investidores em optarem por Idanha-a-Nova. Além disso, o posicionamento da vila em relação a Lisboa, Porto e Madrid, também pesou na decisão", disse.

Armindo Jacinto sublinhou ainda que Idanha-a-Nova é o primeiro município português a integrar a Rede Internacional Bio Regiões e o projeto está situado em pleno Geopark Naturtejo da UNESCO.

O "Monsanto Verde" visa integrar todas as componentes do desenvolvimento sustentável, nomeadamente a economia colaborativa, funcional, social, circular e ecológica.

O objetivo passa por criar um espaço social, ecológico e economicamente responsável que se venha a assumir como o empreendimento de desenvolvimento sustentável mais completo até hoje em Portugal.

As casas vão ser construídas com base numa arquitetura moderna, utilizando materiais tradicionais da região, como a madeira e as pedras.

Vão ser equipadas com as mais recentes tecnologias para a geração e armazenamento de energias renováveis, condicionamento de ar natural e reciclagem de resíduos e efluentes, combinando o antigo `know-how` com as mais recentes tecnologias digitais.

Tópicos:

Câa, Geopark Naturtejo UNESCO, Herdade, Salão,

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma semana após a extinção do incêndio de Monchique, a televisão pública esteve no barlavento algarvio com uma emissão especial sobre o cíclico flagelo dos incêndios e as alterações climáticas.

    Fãs de Aretha Franklin homenagearam a icónica cantora norte-americana em várias cidades dos Estados Unidos. A rainha da Soul morreu na manhã de quinta-feira na sua casa em Detroit.

      Uma parte central da Ponte Morandi, em Génova, Itália, desabou na manhã de terça-feira durante uma tempestade. Morreram dezenas de pessoas.

        Há uma nova rota turística pela cidade de Lisboa, baseada em memórias de lisboetas mais antigos. São beneficiários da Associação Mais Proximidade Melhor Vida.