Gabinete de apoio ao secretariado do Fórum Macau alvo de restruturação

por Lusa

O Gabinete de Apoio do Secretariado Permanente do Fórum Macau vai ser reestruturado e integrado no Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento (IPIM), avançou hoje o Governo.

Segundo disse o IPIM à emissora pública Rádio Macau, a decisão da restruturação do Gabinete de Apoio do Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (GASPF) tem por fim "assegurar que os trabalhos possam ser desenvolvidos de forma constante e mais eficiente".

Após a restruturação, continuou o IPIM, vai ser constituída uma equipa "dedicada exclusivamente aos trabalhos nessa área, de modo a integrar e disponibilizar mais recursos para o aumento da eficiência".

Neste processo "serão sempre e diligentemente acautelados os direitos adquiridos do pessoal", referiu ainda o instituto.

A possibilidade de mudanças no GASPF já tinha sido assumida no ano passado pelo secretário para a Economia e Finanças, Lei Wai Nong, na apresentação das Linhas de Ação Governativa para 2024, refere a Rádio Macau.

A emissora lembra ainda que o deputado português José Pereira Coutinho criticou recentemente esta possibilidade, dizendo que a acontecer seria uma desvalorização do organismo.

A China estabeleceu a Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) como plataforma para o reforço da cooperação económica e comercial com os países de língua portuguesa em 2003. Nesse mesmo ano criou o Fórum Macau.

Tópicos
pub