Governo aprovou atribuição de reformas antecipadas sem cortes a funcionários públicos

por RTP

As reformas antecipadas sem cortes foram alargadas aos funcionários públicos. Vão ser abrangidos trabalhadores com carreiras contributivas longas e os que começaram a trabalhar ainda muito jovens. Os trabalhadores têm de ter 48 anos de descontos.

Ou em alternativa têm de ter pelo menos 60 anos, 46 de carreira contributiva e terem começado a trabalhar até aos 14 anos. Em alguns casos os pensionistas passam a receber mais 35 por cento de reforma.

A medida abrange 15 mil pessoas.