"Não há nenhum euro de impostos" para Novo Banco

por RTP

O ministro das Finanças, Mário Centeno, afirma que "nenhum euro" dos contribuintes está a ser injetado no Novo Banco. Contudo, reconhece que "há uma perda significativa para a economia portuguesa".

Na Grande Entrevista da RTP3, Mário Centeno afirmou que o dinheiro disponibilizado pelo Estado para recapitalizar o banco é um empréstimo, que será recuperado.

Até ao momento, o dinheiro público emprestado ao Fundo de Resolução para capitalizar o Novo Banco soma já cinco mil milhões de euros.

Mário Centeno afirma que ainda não sabe quanto terá de emprestar agora ao Fundo de Resolução para perfazer os mais 1100 milhões de euros que o Novo Banco pede para aumentar o capital, na sequência da última divulgação de resultados.

A entidade bancária que nasceu da resolução do BES apresentou, na semana passada, prejuízos de 1412,6 milhões de euros.

Nesta entrevista, o ministro das Finanças disse também que ainda não decidiu qual a nova previsão de crescimento económico para este ano - o Governo estima atualmente que o PIB cresça 2,2 por cento.