Refer adjudicou por 6 ME eletrificação da linha do Douro de Caíde ao Marco

| Economia

A eletrificação da linha do Douro, entre Lousada e Marco de Canaveses, foi adjudicada pela Refer pelo valor de seis milhões de euros, confirmou à Lusa fonte do Governo.

Manuel Moreira, presidente da Câmara do Marco de Canaveses, comentou aquele desenvolvimento, dizendo estar satisfeito com a adjudicação de uma empreitada que tem sido reclamada há vários anos por aquele município do Tâmega e Sousa.

O autarca disse à Lusa ter a expetativa de que a obra arranque antes do final deste ano.

Em janeiro, o Governo tinha autorizado a empresa ferroviária, através de portaria publicada em Diário da República, a afetar 6,4 milhões de euros para aquela empreitada.

Para 2014, a Refer ficava autorizada a mobilizar 3,8 milhões de euros.

Para 2015, o valor inscrito era de 2,6 milhões de euros.

Em novembro de 2013, a Refer tinha comunicado à Lusa que o projeto de eletrificação da linha do Douro, no troço entre as estações de Caíde (Lousada) e Marco de Canaveses, já estava finalizado e que as obras deveriam arrancar em 2014.

"O projeto de execução encontra-se concluído, tendo a obra um custo estimado em 6,4 milhões de euros, verba contemplada no orçamento de investimentos da Refer para os anos de 2014 e 2015", lia-se numa comunicação da empresa.

Para Manuel Moreira, a eletrificação do troço entre Caíde e a estação do Marco de Canaveses é importante para permitir que os comboios suburbanos do Porto cheguem àquela cidade.

O autarca recordou à Lusa que, não obstante a empreitada agora adjudicada, vai ficar por fazer a requalificação das estações, pelo menos das três principais: Marco, Livração e Vila Meã (Amarante).

Só assim, reafirmou, a linha ficará com todas as condições para corresponder às necessidades da população, com um serviço de transporte ferroviário de qualidade, que devia ter sido realizado em 1997, quando a eletrificação chegou a Caíde.

A informação mais vista

+ Em Foco

A primeira-ministro britânica descarta um segundo referendo, por considerar que não vai solucionar a encruzilhada que o Reino Unido enfrenta.

Xi Jinping passou dois dias em Lisboa, na primeira visita de Estado a Portugal desde que é Presidente da República Popular da China. Foram assinados vários acordos bilaterais.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      O processo de degelo na Gronelândia acelerou substancialmente nas últimas décadas. Os investigadores alertam para o perigo da subida do nível da água do mar.