Setor do jogo representou 36,2% na economia de Macau em 2023

por Lusa

O peso do jogo no produto interno bruto (PIB) de Macau foi de 36,2% em 2023, disse hoje o chefe do Executivo, que espera manter a contribuição do setor "dentro dos 40%" em prol da diversificação económica.

"Posso dizer-vos hoje que o peso do jogo no PIB é de 36,2%. Prevemos que este ano aumente este peso, mas o PIB em si também aumentou e, por isso, esperamos conter o peso do jogo no PIB dentro de 40%", disse o chefe do Executivo do território durante uma conferência de imprensa.

As autoridades querem diversificar a economia daquela que é a capital dos casinos, muito dependente do jogo, que representava mais de metade do PIB de Macau em 2019 e dava trabalho a quase 68 mil pessoas no final de 2022, ou seja, a quase 20% da população empregada.

O novo contrato de concessão de jogo para os próximos dez anos entrou em vigor em 01 de janeiro de 2023 e exige às seis operadoras no território que reforcem significativamente a aposta em elementos não jogo e de captação de visitantes estrangeiros.

"Se voltarmos àquela percentagem que tínhamos no passado, se atingir 63%, então estamos a voltar à situação em que o jogo é predominante", referiu hoje ainda o chefe do Executivo, que frisou a intenção do território de "seguir o rumo diversificado da economia".

Ho Iat Seng falava aos jornalistas durante um balanço que fez à visita à região do diretor do gabinete dos assuntos de Hong Kong e Macau do Conselho de Estado chinês, Xia Baolong.

Tópicos
pub