Tomás Correia considerado não idóneo por um dos maiores bancos de investimento da Europa

| Economia

A RTP contactou Tomás Correia e Natalia Beltramini mas não obteve resposta
|

Em agosto de 2018 o Banca IMI de Londres, do grupo INTESA SANPAOLO, recusou abrir uma conta à Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG) para negociar em produtos derivados financeiros, após uma análise a Tomás Correia realizada pela World Check, a empresa de avaliação de idoneidade da Thompson Reuters.

No início deste ano, Natalia Beltramini, diretora do Banca IMI, um dos maiores bancos de investimento da Europa, pertencente ao grupo italiano INTESA SANPAOLO, envia um e-mail à AMMG sobre a idoneidade de Tomás Correia. 

A mensagem contém uma análise realizada pela World Check, uma das mais conceituadas empresas mundiais de avaliação de idoneidade, que faz parte do grupo Thompson Reuters, e que tem como clientes mais de meia centena de instituições financeiras globais.

A World Check refere que Tomás Correia está alegadamente a ser investigado pelo Banco de Portugal por suspeitas de falhas no controlo de branqueamento de capitais e que alegadamente foi constituído arguido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal por suspeitas de fraude, abuso de confiança, lavagem de dinheiro, fraude fiscal e corrupção.

Para além disso, a World Check indica que o presidente da AMMG foi também alegadamente constituído arguido pelo DCIAP por suspeitas de benefício ilícito na concessão de crédito para projetos imobiliários.

A mensagem eletrónica contempla ainda um conjunto de links para notícias sobre a situação do Montepio Geral e de Tomás Correia.

No mês de maio a AMMG responde ao Banca IMI e confirma que Tomás Correia é arguido em casos relacionados com matérias financeiras mas que, até ao momento, as autoridades judiciais e financeiras portuguesas não acusaram Tomás Correia de qualquer irregularidade.

Em julho, a AMMG insiste com o Banca IMI para obter uma resposta e pede que o banco de investimento confirme se é necessária mais informação adicional.

Natalia Beltramini responde em agosto lamentando que o banco não poderá avançar com a abertura da conta da AMMG e justifica a demora por ter estado a insistir bastante para conseguir a aprovação da idoneidade.

A diretora do Banca IMI despede-se a pedir muitas desculpas por não poder trabalhar com a AMMG.

O novo código das Associações Mutualistas obriga todos os membros dos órgãos sociais a uma avaliação da idoneidade mas a passagem da supervisão das grandes mutualistas para a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões aguarda despacho conjunto dos ministros das Finanças e da Segurança Social.

Tomás Correia é candidato a presidente da Associação Mutualista nas eleições de 7 de Dezembro.

A RTP contactou Tomás Correia e Natalia Beltramini mas não obteve resposta.

Tópicos:

Tomás Correia, Montepio,

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma foto partilhada por um climatólogo tornou-se viral, ao expor o fenómeno abrupto de degelo.

Ján Kuciak e Martina Kusnírová foram encontrados mortos em casa, a ...

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.