Em direto
Zelensky visita Portugal com acordo de cooperação militar na agenda

Cerimónia de tomada de posse marcada para as 18h00

por RTP

Menos de um mês após as eleições legislativas de 10 de março, é chegado o dia de o primeiro-ministro indigitado, Luís Montenegro, e os 17 ministros do XXIV Governo Constitucional tomarem posse. A cerimónia acontece a partir das 18h00 no Palácio Nacional da Ajuda.

Estão previstos dois discursos: por parte do presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do novo chefe do executivo, Luís Montenegro.A RTP3 realiza uma emissão especial, a partir das 17h00, para o acompanhamento da cerimónia de tomada de posse no Palácio Nacional da Ajuda.


O novo governo é composto por 17 ministros - dez homens e sete mulheres. A maioria dos governantes é do PSD. Nuno Melo, líder do do CDS, assume a pasta da Defesa e há quatro nomes avançados como independentes.
O elenco ministerial
O XXIV Governo Constitucional tem, assim, dois ministros de Estado: o ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Rangel, que é o "número dois" de Luís Montenegro, e o titular da pasta das Finanças, Joaquim Miranda Sarmento.


O líder social-democrata tem ainda um ministro adjunto, Manuel Castro Almeida, que assume a pasta da Coesão Territorial e a gestão dos fundos comunitários.Ao todo, o XXIV Governo Constitucional conta com sete ministras, menos duas do que o derradeiro Executivo de António Costa.

Entre os 17 ministros, só Maria da Graça Carvalho é "repetente" - foi ministra da Ciência e Ensino Superior nos governos de coligação de Durão Barroso e Santana Lopes. Seis ocuparam já, no passado, secretarias de Estado - Paulo Rangel, António Leitão Amaro, Manuel Castro Almeida, Pedro Duarte, Fernando Alexandre e Miguel Pinto Luz.

Ministro de Estado e de Negócios Estrangeiros: Paulo Rangel

Ministro de Estado e das Finanças: Joaquim Miranda Sarmento

Ministro da Presidência: António Leitão Amaro

Ministro adjunto e da Coesão Territorial: Manuel Castro Almeida

Ministro dos Assuntos Parlamentares: Pedro Duarte

Ministro da Defesa Nacional: Nuno Melo

Ministra da Justiça: Rita Júdice

Ministra da Administração Interna: Margarida Blasco

Ministro da Educação, Ciência e Inovação: Fernando Alexandre

Ministra da Saúde: Ana Paula Martins

Ministro das Infraestruturas e Habitação: Miguel Pinto Luz

Ministro da Economia: Pedro Reis

Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social: Maria do Rosário Palma Ramalho

Ministra do Ambiente e Energia: Maria da Graça Carvalho

Ministra da Juventude e Modernização: Margarida Balseiro Lopes

Ministro da Agricultura e Pesca: José Manuel Fernandes

Ministra da Cultura:
Dalila Rodrigues
O calendário político
Os secretários de Estado vão tomar posse na próxima sexta-feira. Espera-se que os nomes sejam conhecidos nas próximas horas.

A 10 de abril, é submetido à Assembleia da República o Programa do Governo. Em seguida, a 11 e 12 de abril, o documento será discutido e votado.

A Constituição da República estabelece que um governo só entra em plenitude de funções após a apreciação do respetivo programa em sede parlamentar. Recorde-se que o PCP já anunciou que vai apresentar uma moção de rejeição.
pub