Hezbollah ataca cidade israelita a 6 quilómetros da fronteira com Líbano

por Lusa

O grupo xiita libanês Hezbollah anunciou hoje que lançou vários foguetes contra a cidade israelita de Gesher Haziv, a cerca de 06 quilómetros da fronteira com o Líbano, num dos seus ataques mais a sul em solo de Israel.

"Combatentes da Resistência Islâmica atacaram o assentamento de Gesher Haziv, perto de Nahariyya, às 19:35 [17:35 em Lisboa] desta terça-feira, com uma carga de foguetes do tipo `Katyusha`", disse o movimento armado libanês num breve comunicado.

Segundo a nota, esta é uma resposta às ações israelitas contra aldeias no sul do Líbano, especialmente aquela que feriu hoje uma mulher na aldeia fronteiriça de Yarin.

A Agência Nacional de Notícias (ANN) libanesa informou que uma mulher identificada como Alia Abdel Karim ficou gravemente ferida devido a um ataque perpetrado por Israel contra aquela localidade.

O ataque a Gesher Haziv é o quinto reivindicado pelo Hezbollah hoje, além do maior, depois de a formação já ter anunciado diversas ações com mísseis, foguetes ou artilharia contra postos militares e grupos de soldados no norte de Israel.

A ofensiva ocorre entre receios de uma escalada regional do bombardeamento atribuído a Israel que na segunda-feira destruiu o consulado iraniano em Damasco e matou sete membros da Guarda Revolucionária, bem como seis sírios, de acordo com o último balanço de Teerão.

O Hezbollah, um aliado próximo do Irão, e Israel têm estado envolvidos em intensos confrontos fronteiriços desde 08 de outubro, um dia após a eclosão da guerra na Faixa de Gaza entre as forças de Telavive e o movimento islamita palestiniano Hamas.

Tópicos
pub