Hezbollah dispara "dezenas" de foguetes contra Israel 

por Lusa

O Hezbollah anunciou ter disparado "dezenas" de foguetes contra duas localidades no norte de Israel, em resposta aos bombardeamentos com `drones` que mataram hoje uma pessoa e feriram várias outras em frente a um hospital no sul do Líbano.

"Em resposta ao ataque inimigo israelita que teve como alvo o Hospital Martyr Salah Ghandour, em Bint Jbeil, e feriu civis, os combatentes da Resistência Islâmica bombardearam hoje os colonatos de Meron e Safsufa com dezenas de foguetes `Katyusha`", disse o grupo xiita pró-iraniano em comunicado.

Segundo a Agência Nacional de Notícias do Líbano (ANN), um `drone` (aeronave não tripulada) israelita atacou hoje de manhã uma mota nas imediações do centro de saúde, matando uma pessoa, ferindo várias outras e causando grandes danos materiais ao hospital.

Desde o início do fogo cruzado, em outubro passado, Israel atacou vários centros de saúde e de proteção civil, na maioria dos casos pertencentes a organizações humanitárias com ligações a formações armadas envolvidas nas hostilidades a partir do sul do Líbano.

No final de março, sete paramédicos foram mortos num bombardeamento israelita contra um centro da Associação Libanesa de Socorro na cidade de Habariyeh, no sul do país, um ataque que a Human Rights Watch (HRW) pediu que fosse investigado como um potencial "crime de guerra".

O ataque a Meron e Safsufa é o sétimo reivindicado hoje pelo Hezbollah, depois de o movimento xiita ter perpetrado domingo outros 15 ataques contra alvos israelitas, uma média muito acima do normal.

Na guerra de Gaza, as partes estão há mais de sete meses envolvidas nos piores confrontos desde o conflito de 2006.

Tópicos
pub