Em direto
Portugal comemora 50 anos da Revolução dos Cravos. Acompanhe ao minuto

Atacada casa do líder do Comité dos Ulemas, máxima instituição sunita

por Agência LUSA

Um grupo de homens armados atacou hoje a residência do xeque Harez al Dari, líder do Comité dos Ulemas Muçulmanos (CUM), acção que o chefe religioso atribuiu às forças de segurança governamentais.

Segundo fontes do CUM, a instituição político-religiosa máxima dos sunitas iraquianos, o ataque ocorreu hoje de manhã quando um grupo de homens armados, transportados numa dezena de veículos semelhantes aos utilizados pelas forças de segurança, metralharam a casa de Al Dari, na zona ocidental de Bagdad.

Os guarda-costas do líder religioso sunita ripostaram aos disparos dos atacantes, que tiveram de abandonar a área, disseram as fontes sem especificar se houve vítimas.

Em declarações ao canal de televisão Al Arabya, Al Dari acusou as forças do governo e os grupos xiitas de estarem por detrás do ataque e disse ter-se tratado de uma tentativa de provocar um conflito confessional no país.

"Quem está fora de casa são as forças do governo. O que está a acontecer é uma guerra civil declarada por uma parte (da sociedade) contra a outra", afirmou o clérigo.

O Comité de Ulemas Muçulmanos denunciou o assassínio de centenas de sunitas, bem como dezenas de ataques contra mesquitas desta Comunidade desde o atentado de quarta-feira contra um santuário xiita em Samarra, a norte da capital.

pub