"Barroso não é um gangster", clama Juncker

| Mundo
Barroso não é um gangster, clama Juncker

A ver: "Barroso não é um gangster", clama Juncker

Foto: Olivier Hoslet - EPA

O presidente da Comissão Europeia considera um "não assunto" a controvérsia gerada por uma reunião entre Durão Barroso, agora alto quadro do Goldman Sachs, e o vice-presidente do Executivo comunitário Jyrki Katainen.

"Nunca dissemos que o senhor Barroso, que ainda é meu amigo, porque tem alguns méritos na Europa, não é um gangster, não poderia ter reuniões com comissários e que os comissários não seriam autorizados a ter encontros com o antigo presidente da Comissão", afirmou Jean-Claude Juncker.

"Colocámo-lo na lista de lobistas. A reunião entre Jyrki Katainen e José Manuel Barroso foi tornada pública. Isto está em total concordância com as regras", reforçou o presidente da Comissão Europeia.

Katainen confirmou que se reuniu em outubro de 2017 com Durão Barroso, a pedido do agora quadro do grupo de investimentos Goldman Sachs. O encontro, denunciado pelo Corporate Europe Observatory, visou discutir "temas na área do comércio e defesa".

Recorde-se que o próprio Durão Barroso garantira por escrito não ter sido contratado para fazer lobby e não ter a intenção de o fazer.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

A ONU alerta para um ano de grande instabilidade e de necessidades maiores por parte da população civil.

Em entrevista à Antena 1, o presidente do PS elogia a chamada "geringonça", mas coloca reservas quanto à hipótese de ter BE e PCP num futuro executivo socialista.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.