Coreia do Norte tenta lançar satélite para órbita

por RTP
Reuters

O exército da Coreia do Sul anunciou esta segunda-feira ter identificado um míssil lançado pela Coreia do Norte horas depois de o regime de Pyongyang ter informado o Japão de que iria lançar um satélite antes de 4 de junho. O anúncio foi feito em comunicado que revelou também que o lançamento aconteceu a partir da principal base espacial do país.

De acordo com a Reuters, o Japão também emitiu um alerta para que a população no sul do país, especialmente na região de Okinawa, se protegessem de uma possível ameaça vinda da Coreia do Norte. O alerta acabou por ser levantado, já que o projétil lançado pelos norte-coreanos não passou por território japonês.

Esta segunda-feira foi noticiado que a Coreia do Norte havia informado o Japão do possível lançamento de um satélite entre 27 de maio e 4 de junho. Acredita-se que é mais uma tentativa do regime liderado por Kim Jong-un de colocar mais um satélite espião no espaço, depois de ter conseguido colocar em órbita um primeiro satélite em novembro passado.

Entretanto, tanto o Japão como a Coreia do Sul, através dos media do exército sul coreano, vieram dizer que o lançamento norte-coreano terá sido uma tentativa falhada, tendo sido encontrados vários destroços. O Ministério da Defesa do Japão explicou à televisão pública que o míssil não passou pela área pretendida e que o lançamento não decorreu de acordo com os planos da Coreia do Norte.

“Estamos ainda a analisar se se trata de um satélite ou não”, concluiu.

A Coreia do Norte confirmou entretanto que tentou lançar um satélite e não teve sucesso na contenda, tendo surgido uma explosão durante a primeira fase do lançamento, devido a falhas do motor. A informação foi avançada pelo meio de comunicação estatal do país, a KCNA.

O Japão diz acreditar que até ao dia 4 de junho a Coreia do Norte vai realizar novas tentativas para colocar um novo satélite em órbita.
Tópicos
pub