Coreia do Norte: teste nuclear terá feito mais de 200 mortos após colapso de túnel

| Mundo

Desde o dia 3 de setembro que Pyongyang não realiza testes nucleares
|

A televisão japonesa TV Asahi avançou esta terça-feira que o último teste nuclear norte-coreano terá levado ao colapso de um túnel e provocado a morte a mais de 200 pessoas.

De acordo com a televisão japonesa, cerca de 100 pessoas que trabalhavam nas instalações nucleares de Punggye-ri morreram depois do colapso do túnel, que terá ficado bastante fragilizado após a explosão de 3 de setembro. O túnel colapsou alguns dias depois deste ensaio.

Um segundo colapso no mesmo túnel terá acontecido mais tarde quando estavam em curso operações de socorro, o que, diz a TV Asahi, terá aumentado o número de vítimas mortais para cerca de duzentas.

Esta notícia parece confirmar informações avançadas na altura do teste nuclear, o maior alguma vez realizado pela Coreia do Norte, de que o abalo teria afetado de forma considerável as instalações militares do país.

Desde o dia 3 de setembro que Pyongyang não realiza testes nucleares.

Tópicos:

nuclear, Coreia do Norte,

A informação mais vista

+ Em Foco

Várias organizações de defesa dos Direitos Humanos exigem uma investigação rigorosa.

A morte do advogado foi conhecida há dois anos, no Natal, mas existem vários indícios de que a possa ter simulado.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.