"Crianças palestinianas a morrer". Pedro Sánchez aponta o dedo a Israel

por RTP

Pedro Sánchez diz que as mortes em Gaza são inaceitáveis e apela a Israel para que respeite a lei humanitária internacional. O primeiro-ministro espanhol admite a possibilidade de reconhecer o Estado da Palestina. O governo israelita já disse que vai convocar o embaixador espanhol em Israel após o que considera "declarações vergonhosas de Sánchez no dia em que terroristas do Hamas mataram israelitas em Jerusalém".

pub