Em direto
Portugal comemora 50 anos da Revolução dos Cravos. Acompanhe ao minuto

Detida presidente do parlamento da África do Sul acusada de corrupção

por Lusa

A presidente do parlamento da África do Sul, Nosiviwe Mapisa-Nqakula, foi hoje detida, depois de se dirigir à polícia no âmbito de uma investigação de corrupção sobre factos que remontam ao tempo em que era ministra da Defesa.

"Ela deve ser apresentada a um tribunal em Pretória" durante o dia, disse à Agência France-Presse (AFP) Henry Mamothame, porta-voz do Ministério Público sul-africano, confirmando a detenção.

A presidente do parlamento sul-africano demitiu-se do cargo na quarta-feira, na sequência de acusações de corrupção pública de mais de 2,3 milhões de rands (112 mil euros) em supostos subornos em contratos da Força de Defesa Nacional da África do Sul (SANDF, na sigla em inglês) quando desempenhou o cargo de ministra da Defesa, entre 2012 e 2021, segundo a imprensa local.

A demissão ocorreu depois de, na terça-feira, o Tribunal Superior de Gauteng, na capital sul-africana, Pretória, ter rejeitado um recurso urgente da líder do parlamento, para impedir a sua detenção.

 

pub