Estados Unidos apresentaram condolências por morte do Presidente

por Lusa

Os Estados Unidos apresentaram hoje as "condolências" ao Irão pela morte do Presidente iraniano, Ebrahim Raissi, num acidente de helicóptero no domingo, não prevendo um "impacto mais vasto na segurança regional".

"Não vejo qualquer impacto mais alargado na segurança regional", comentou o secretário de Estado da Defesa, Lloyd Austin, aos jornalistas, pouco antes de uma declaração do Departamento de Estado a apresentar as condolências dos EUA.

"No momento em que o Irão escolhe um novo Presidente", refere ainda a declaração, "reafirmamos o nosso apoio ao povo iraniano e à sua luta pelos direitos humanos e pelas liberdades fundamentais".

As equipas de socorro iranianas recuperaram hoje os restos mortais de Ebrahim Raisi e dos outros oito passageiros que seguiam no helicóptero que se despenhou no domingo no noroeste do Irão, anunciou a organização humanitária Crescente Vermelho.

O helicóptero que transportava também o ministro dos Negócios Estrangeiros, Hossein Amir-Abdollahian, despenhou-se na zona de Kalibar e Warzghan, na província do Azerbaijão Oriental, no noroeste do país.

 O Governo iraniano confirmou a morte de Raisi, acrescentando que o desastre não vai causar "qualquer perturbação na administração" do país.

 

Tópicos
pub