Investir em Defesa não é incompatível com transição energética, defende ministra

por Antena 1

Maria da Graça Carvalho, ministra do Ambiente e Energia, recusa que um reforço do investimento em Defesa pelos países da União Europeia atrase as metas da transição energética.

Vários Estados-membros da União Europeia reforçaram o setor da defesa desde que a Rússia invadiu a Ucrânia. Quase todos anunciaram a intenção de investir ainda mais.
Em declarações em Bruxelas, a ministra do Ambiente, aponta expetativas para o trabalho dos próximos eurodeputados.
pub