Organização "Afectos com Letras" prepara nova ajuda para a Guiné-Bissau

| Mundo

A organização não-governamental "Afectos com Letras" está a iniciar os preparativos para o envio de um novo contentor de ajuda humanitária para a Guiné-Bissau, para ser distribuída na quadra natalícia.

Até 15 de outubro, a organização promove, no âmbito da XIV Missão Solidária, a recolha de bens, entre alimentos e material médico hospitalar, sendo o local de entrega Pombal, cidade onde está sediada a associação.

Enlatados, massas, arroz, bolachas, leite e chocolate em pó, açúcar, farinha, óleo alimentar e água são os alimentos não perecíveis que a "Afectos com Letras" -- Associação para o Desenvolvimento pela Formação, Saúde e Educação está a solicitar.

A organização pede ainda fraldas, pensos, luvas descartáveis, pinças, fio de sutura, ligaduras, compressas, termómetros, tesouras, algodão, fita adesiva, biberões, canadianas, álcool, máscaras cirúrgicas, paracetamol e desinfetantes.

O contentor de ajuda humanitária será distribuído pelo grupo de voluntários da associação que se desloca à Guiné-Bissau pelo Natal e que inclui profissionais de saúde e professores.

"Contribuindo com uma embalagem de massa ou uma lata de atum (o que representa menos de um euro), podemos ajudar a multiplicar sorrisos e a aquecer o coração de quem pouco ou nada tem num país que se encontra na cauda do índice de desenvolvimento humano de 2013 das Nações Unidas, a Guiné-Bissau", refere a associação.

A sua presidente, Joana Benzinho, disse hoje à agência Lusa que este será "o quinto contentor de ajuda humanitária que a associação vai enviar" para o país.

"O nosso pedido agora é focado em alimentos e material médico hospitalar. Neste último caso, são grandes as necessidades em termos de saúde e, dada a ameaça do ébola e da cólera, é essencial e, acima de tudo, são necessárias luvas e máscaras, para proteção dos doentes e dos profissionais de saúde", explicou Joana Benzinho.

A responsável adiantou que os alimentos destinam-se a três escolas que a organização apoia (em alimentação e pagamento de salários de dos professores) e, ainda, para três orfanatos, onde estão cerca de 150 crianças, que "passam por grandes dificuldades".

Em dezembro, a "Afectos com Letras" fez chegar à Guiné-Bissau 20 toneladas de ajuda humanitária, entre medicamentos, alimentos, roupa, livros ou brinquedos.

Tópicos:

Enlatados, Guiné Bissau, XIV,

A informação mais vista

+ Em Foco

A primeira-ministro britânica descarta um segundo referendo, por considerar que não vai solucionar a encruzilhada que o Reino Unido enfrenta.

Xi Jinping passou dois dias em Lisboa, na primeira visita de Estado a Portugal desde que é Presidente da República Popular da China. Foram assinados vários acordos bilaterais.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      O processo de degelo na Gronelândia acelerou substancialmente nas últimas décadas. Os investigadores alertam para o perigo da subida do nível da água do mar.