Em direto
Euro2024. Acompanhe aqui, ao minuto, o encontro do Grupo B entre Espanha e Croácia

Papa manifesta apoio à população do Cazaquistão afetada por chuvas intensas

por Antena 1

Foto: Ettore Ferrari - EPA

No Cazaquistão, mais de 97 mil pessoas tiveram de ser retiradas das respetivas casas devido à subida das águas do rio Ural. As fortes chuvas dos últimos dias e o degelo provocado pelo aumento da temperatura fizeram a água do Ural atingir os dez metros. É um recorde histórico para o rio que atravessa a Rússia e o Cazaquistão antes de desaguar no Mar Cáspio. Esta manhã, no Vaticano, o Papa Francisco dirigiu uma palavra ao povo do Cazaquistão.

Milhares de pessoas foram retiradas de casa no Cazaquistão, por precaução. E na Rússia, as autoridades monitorizam a subida da água na cidade de Orsk, no extremo sul dos Montes Urais, avisando que a situação é de risco.
pub