Primeiro-ministro eslovaco está consciente e consegue comunicar

por Lusa

O primeiro-ministro eslovaco está consciente e consegue comunicar verbalmente, disse o Presidente eleito do país, Peter Pellegrini, que conseguiu falar hoje com Robert Fico no hospital onde foi internado após ter sido baleado na quarta-feira.

Pellegrini disse que só conseguiu falar com Fico durante alguns minutos, uma vez que o primeiro-ministro está muito cansado e sob o efeito de medicação, noticiou a imprensa local.

O novo chefe de Estado, que tomará posse no próximo mês, disse que ainda não era certo que Fico, com quem tem uma relação próxima há anos, estivesse fora de perigo, observando que os próximos dias e horas seriam decisivos.

"O chefe do Governo escapou por pouco à morte, porque se as balas tivessem ido parar a alguns centímetros do local que atingiram, estaríamos a falar de coisas diferentes", afirmou.

"Só me foi permitido falar com ele durante alguns minutos, porque o seu estado de saúde exige realmente garantias", comentou Pellegrini.

O Presidente eleito disse que falou com Fico sobre a sua satisfação por ter sobrevivido ao ataque e desejou-lhe uma rápida recuperação.

Fico foi baleado na quinta-feira, à saída de uma reunião do Conselho de Ministros na cidade de Handlová, por um homem de 71 anos que, segundo o Governo, justificou o ataque dizendo que discordava das políticas do executivo, uma coligação entre o partido do primeiro-ministro, o Smer (esquerda) e a extrema-direita.

O alegado agressor, que foi detido, declarou que estava orgulhoso do seu ato e que apenas pretendia ferir Fico, mas não matá-lo.

Tópicos
pub