Acidente na A6. Motorista de Eduardo Cabrita acusado de homicídio por negligência

por RTP
José Sena Goulão - Lusa

O Ministério Público confirmou esta sexta-feira que deduziu acusação contra o condutor do veículo automóvel envolvido num acidente de viação ocorrido na A6, no dia 18 de junho de 2021. Segundo o Ministério Público, o motorista de Eduardo Cabrita seguia "em violação das regras de velocidade e circulação".

De acordo com a acusação, o arguido conduzia "em violação das regras de velocidade e circulação previstas no Código da Estrada e com inobservância das precauções exigidas pela prudência e cuidados impostos por aquelas regras de condução".

O motorista do ministro da Administração Interna vai responder pelo crime de homicídio por negligência e de duas contraordenações. O carro do ministro circulava a 166 quilómetros por hora, quando o máximo em autoestrada é de 120 quilómetros/hora. O local em causa estava assinalado como estando em obras.

No site do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora lê-se que o arguido conduzia "violando as regras de velocidade e circulação previstas no Código da Estrada e com inobservância das precauções exigidas pela prudência e cuidados impostos por aquelas regras de condução".

"Como resultado da conduta do arguido, o veículo embateu num indivíduo que procedia ao atravessamento da via, provocando-lhe lesões que lhe determinaram a morte", lê-se ainda na nota do DIAP de Évora.

Tópicos
pub