Apenas 22% das mães faz aleitamento materno em exclusivo até aos seis meses

por RTP

Foto: Wes Hicks - Unsplash

Apenas 22% das mães em Portugal mantêm em exclusivo o aleitamento materno até aos 6 meses de vida do bebé.

Um fenómeno que preocupa a Direção Geral da Saúde, tendo em conta que 75% dos produtos de alimentação complementar não cumprem os requisitos de segurança e nutrição definidos pela Organização Mundial da Saúde.

O estudo da DGS revela que a maioria das mães estão expostas à publicidade de substitutos do leite materno, a um marketing digital agressivo que aposta em promoções e que tem sido determinante para a baixa prevalência do aleitamento materno.

A Autoridade de Saúde apela a uma maio regulação dos produtos publicitados e renova a sensibilização para que o aleitamento materno se mantenha, pelo menos de forma complementar, a partir do meio ano de vida até aos 24 meses do bebé.
pub