Convento de Tomar parcialmente destruído durante gravação de um filme

| País
Convento de Tomar parcialmente destruído durante gravação de um filme

A ver: Convento de Tomar parcialmente destruído durante gravação de um filme

Um dos monumentos mais emblemáticos do país foi parcialmente destruído durante a gravação de um filme. Tudo aconteceu no Convento de Cristo, em Tomar, que é património mundial da UNESCO.

Durante três semanas, o símbolo da Ordem dos Templários foi arrendado para a rodagem de um filme do realizador Terry Gilliam. Neste claustro, a produção fez uma fogueira de 20 metros. Para isso cortou as arvores que embelezavam o monumento e partiu pedras centenárias.

A Direção Geral do Património diz que os estragos foram um acidente. A produtora do filme garante que tudo estava autorizado. Por detrás deste caso, descobrimos ainda um esquema que pode configurar uma burla ao Estado com as receitas das bilheteiras que durará há décadas.

A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Segundo um relatório da Amnistia Internacional, o número de mulheres vítimas de violência doméstica em Portugal continua elevado.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.