Formadores de língua gestual vão ser integrados na carreira docente

| País
Formadores de língua gestual vão ser integrados na carreira docente

DR

Os formadores de língua gestual portuguesa vão ser integrados na carreira docente e, para isso, vai ser criado o respetivo grupo de recrutamento.

É o que resulta das negociações que hoje terminaram entre Ministério da Educação e os sindicatos de professores. 

A tutela explica, em comunicado, que a estes docentes se aplica o regime previsto no estatuto da carreira docente, nomeadamente em matéria de vinculação, progressão e reposicionamento.

No entanto, o Ministério aceitou o pedido da Fenprof para que seja pedido um parecer à Procuradoria-Geral da República sobre a contagem do tempo de serviço  dos professores antes de estes serem profissionalizados. 

Um parecer que quando sair será aplicável a todos os docentes, como explicou Mário Nogueira, da Fenprof.

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

        A Austrália enfrenta a maior seca de que há memória, afetando agricultores e criação de gado.