Furto de armamento em Tancos humilha Exército

por RTP

Enquanto a oposição pede demissões, o chefe de Estado-Maior do Exército assume que se sente humilhado por este caso.

O ministro da Defesa garantiu que desconhecia qualquer situação grave em Tancos, apesar de a Procuradoria-Geral da República já ter sido avisada em 2016 para a hipótese de um assalto nos paióis nacionais.

O assalto foi feito através de um buraco numa rede de proteção que fica a um quilómetro da autoestrada. O Sexta às 9 esteve no local onde tudo se terá passado.