Em direto
Operação "Promessa Honesta". As ondas de choque do ataque do Irão a Israel

Greve dos guardas prisionais leva ao adiamento de mais de 90% dos julgamentos

por Antena 1

Foto: António Cotrim - Lusa

Entre 90 a 95 por cento dos julgamento previstos tiveram já que ser adiados em resultado da greve dos guardas prisionais.

O transporte de reclusos não está previsto nos serviços mínimos como refere Frederico Morais, dirigente do Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional (SNCGP).

Os guardas prisionais reivindicam melhores condições de trabalho e o subsídio de missão entregue à Policia Judiciária. Frederico Morais lembra que é a justiça que tutela também os guardas prisionais.

A greve dos guardas prisionais começou a 13 de fevereiro e só termina a 9 de março e já levou ao adiamento de mais de 90 por cento dos julgamentos. Isto porque não há trasnporte de reclusos para os tribunais.
pub