Maiorias das universidades não vê ilegalidade nas praxes

| País
Maiorias das universidades não vê ilegalidade nas praxes

Foto: Direitos Reservados

Um estudo apresentado esta segunda-feira sobre as praxes académicas conclui que as instituições de ensino avalizam estas práticas.

O estudo A praxe como Fenómeno Social, elaborado por uma equipa de investigadores de Lisboa, Porto e Coimbra, refere que muitas das instituições de Ensino Superior autorizam as praxes nas próprias instalações.

Para os autores do trabalho, é preciso rever os regulamentos e criar uma linha de apoio a eventuais vítimas, encaminhando depois estes casos para as entidades judiciais.

A informação mais vista

+ Em Foco

Na Grande Entrevista da RTP, o ministro João Matos Fernandes lamentou que os problemas ambientais sejam muitas vezes menorizados.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.