Médicos de família. "Absurdo avançar com promessa para dois anos"

por RTP

Foto: João Marques - RTP

A Ordem dos Médicos acusa o Ministério da Saúde e a Direção Executiva de tomarem medidas unilaterais e contraproducentes para o setor.

Dá como exemplo a retirada das cirurgias da mama de sete Unidades Locais de Saúde.

Quanto à perspetiva de haver Médicos de Família para Todos, daqui a dois anos, a Ordem dos Médicos classifica de "absurdo".
pub