Ministra explica serviço militar polémico

por Lusa
Rita Alarcão Júdice explica ideias do Governo sobre serviço militar polémico e motivações racistas Lusa

A ministra da Justiça é ouvida na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, esta terça-feira, por requerimento do PS e do BE, sobre serviço militar para jovens delinquentes e crimes de ódio, depois das agressões no Porto.

O requerimento do PS deu entrada a 2 de maio, após declarações do ministro da Defesa, Nuno Melo, que foram interpretadas como uma sugestão para considerar o serviço militar obrigatório como pena para jovens delinquentes, algo desmentido pelo próprio, inclusivamente em audição parlamentar, a 8 de maio.

Já o requerimento do BE, entregue a 14 de maio, pedia a audição de Rita Alarcão Júdice com caráter de urgência, após o caso de agressões a imigrantes no Porto no início de maio, que alegadamente tem na base motivações racistas e xenófobas, e que levou os bloquistas a requererem a presença da ministra no parlamento, salientando que “a luta contra o discurso de ódio e os crimes de ódio deve ser uma prioridade nas políticas criminais e de segurança de um Estado de Direito democrático”.
pub