"Não estavam reunidos os pressupostos" para acionar o Mecanismo Europeu de Proteção Civil

por Frederico Moreno

A ajuda europeia para combater o incêndio na Serra da Estrela não foi pedida, porque, "até hoje, não se verificaram os pressupostos" necessários para o fazer, garante a secretária de Estado da Proteção Civil.

A secretária de Estado Patrícia Gaspar explica à Antena1 que Portugal não acionou o Mecanismo Europeu de Proteção Civil para auxiliar no combate ao incêndio que consome floresta na Serra da Estrela porque não estavam reunidos os pressupostos para formalizar esse pedido junto de Bruxelas, "pressupostos que até hoje ainda não se verificaram".

Questionada também sobre as críticas de vários autarcas ao planeamento do ataque inicial ao incêndio na Serra da Estrela, Patrícia Gaspar descarta falhas de estratégia e releva o facto de o fogo ter deflagrado durante a noite, o que impediu o recurso imediato ao apoio aéreo.

Ontem, uma avaria manteve inoperacionais os dois aviões Canadair de combate a fogos, que são as aeronaves que têm maior capacidade de transporte de água. Nestas declarações à Antena1, a secretária de Estado da Proteção Civil alega “questões técnicas imprevisíveis” para explicar o sucedido.
pub