Sindicato denuncia situação "muito grave" com reclusos em Lisboa

| País
Sindicato denuncia situação muito grave  com reclusos em Lisboa

A ver: Sindicato denuncia situação "muito grave" com reclusos em Lisboa

O diretor-geral dos Serviços Prisionais nega qualquer principio de motim no Estabelecimento Prisional de Lisboa. No entanto, a RTP sabe que pelo menos 200 reclusos estão fechados na ala E. Não podem sair, nem para comer.

Em causa estão os acontecimentos que levaram à chamada do Grupo de Intervenção no sábado.

O Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional diz à RTP que "foi grave" o que aconteceu.

A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevista exclusiva de Rui Rio à editora de política da RTP Luísa Bastos.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Foram sinalizados casos de mutilação genital numa escola da Baixa da Banheira. Uma associação trabalha com turmas. Ainda há rapazes que defendem a "submissão" como "saudável".

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.