Subida do nível do mar ameaça habitações de 150 mil portugueses

| País
Subida do nível do mar ameaça habitações de 150 mil portugueses

A ver: Subida do nível do mar ameaça habitações de 150 mil portugueses

Dentro de 30 anos a subida do nível do mar pode ter ameado as habitações onde vivem hoje 150 mil portugueses. Estas projeções até 2050 revelam que Setúbal, Faro e Aveiro são as zonas de maior risco.

Quem mora na praia de Faro, habituado a ver o mar subir e descer todos os dias, não acredita num cenário em que o mar suba e já não volte a descer.

Mas é exatamente isso que os investigadores acreditam que vai acontecer.

Cerca de 14 por cento da população portuguesa vive na faixa de 2 quilómetros ao longo da linha de praia mar. Em 2050, 150 mil portugueses podem ser afetados com a subida do mar. Em 2100 podem chegar a mais de 220 mil.

Há onze distritos e concelhos em maior risco. Setúbal, Faro e Aveiro são as regiões onde há mais residentes em áreas costeiras vulneráveis.

A situação é irreversível. O nível vai mesmo começar a subir. A única incerteza é a que ritmo. Neste momento tudo o que podemos fazer é adaptarmo-nos.

A partir da próxima terça-feira investigadores de todo o mundo debatem no CCB em Lisboa a adaptação às alterações climáticas.

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma foto partilhada por um climatólogo tornou-se viral, ao expor o fenómeno abrupto de degelo.

Ján Kuciak e Martina Kusnírová foram encontrados mortos em casa, a ...

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.