Trabalhador soterrado nas minas de Neves-Corvo, em Castro Verde

por RTP
Foto: Duarte Baltazar - RTP

O trabalhador estava numa máquina giratória que tem uma cabine de proteção, mas não resistiu a uma derrocada de pedras, segundo indicou o porta-voz do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira em declarações à RTP3. O alerta foi dado às 14h08 desta segunda-feira.

O trabalhador tem 42 anos e trabalha há mais de 15 anos na mina.

Foram vários os operacionais envolvidos no resgate, incluindo uma equipa de socorro da própria mina, GNR, INEM e Bombeiros de Castro Verde.

O helicóptero do INEM, sediado no Algarve, também estava no local depois do alerta dado às 14h08.

A RTP tentou contactar a empresa detentora das Minas, a Somicor, que remeteu para um comunicado em breve.

A autarquia está a acompanhar os trabalhos, mas a Proteção Civil Municipal não foi contactada para ajudar.

Ao todo estas minas têm 1.300 trabalhadores mais empreiteiros, o que totaliza 2.600 profissionais.

O Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira fez greve no ano passado a exigir mais condições de segurança e melhores salários.
Tópicos
pub