CDS-PP quer eleger um vereador em Setúbal e propõe ponte que ligue a Tróia

por Lusa

O CDS-PP candidata-se a Setúbal, um concelho liderado pela CDU, com o objetivo de eleger pelo menos um vereador e uma das propostas para o concelho é a construção de uma ponte que ligue a Tróia.

"O objetivo é derrubar a esquerda no poder e ter o melhor resultado possível, e eu ficaria muito satisfeito se aqui começássemos, pelo menos, com a eleição do Pedro Conceição como vereador da câmara municipal", afirmou o presidente do CDS-PP.

Francisco Rodrigues dos Santos, que já iniciou a pré-campanha para as eleições autárquicas de 26 de setembro, esteve hoje em Setúbal, e fez de manhã uma visita no Sado.

Neste passeio de barco na baía de Setúbal, o líder foi acompanhado, entre outros, pelo candidato à câmara municipal, Pedro Conceição, e o presidente da distrital, João Merino.

Em declarações aos jornalistas no final da visita, Francisco Rodrigues dos Santos afirmou que, "como a câmara é o maior centro de emprego deste concelho, há muita gente que tem medo de dar a cara por esta candidatura".

Quanto às propostas da candidatura do CDS à Câmara Municipal de Setúbal, o presidente do partido destacou a construção de uma ligação rodoviária que ligaria Setúbal e Tróia (no concelho de Grândola).

Esta "medida arrojada", na suas palavras, tem como objetivo encurtar distâncias e potenciar o turismo na região.

"O turismo é o motor de desenvolvimento das cidades contemporâneas e para transformarmos Setúbal no terceiro concelho do país precisamos dessas entradas de dinheiro, de receita, no município por via do turismo que explore as belezas naturais e as potencialidades deste concelho", defendeu o líder centrista.

Para tal, é necessário "criar acessibilidades e mobilidade, de modo a que o investimento no turismo seja uma realidade, porque gera riqueza e postos de trabalho, a entrada de dinheiro nos cofres da autarquia e permitirá dinamizar o tecido económico de Setúbal", o que "permitirá baixar os impostos" sobre as famílias e as empresas na região.

Na ótica de Francisco Rodrigues dos Santos, esta ponte permitiria também "dar uma nova centralidade ao Hospital de Setúbal como centro hospitalar de retaguarda do concelho mas também a nível distrital".

Ao longo da visita, o presidente do CDS-PP ouviu quais são os principais problemas da região e as soluções apresentadas pela candidatura.

O cabeça de lista do CDS-PP à Câmara Municipal de Setúbal, que é candidato independente pelo partido, afirmou que um dos objetivo é que os turistas possam pernoitar no município e defendeu a construção de mais atrações, como por exemplo parques aquáticos.

Nas eleições para a Câmara de Setúbal, são candidatos André Martins (CDU), Fernando José (PS), Fernando Negrão (PSD), Pedro Conceição (CDS-PP), Fernando Pinho (BE), Paula Esteves da Costa (PAN), Carlos Cardoso (IL), Luís Maurício (Chega), Carina de Deus (RIR/PDR - Todos Somos Setúbal) e Fidélio Guerreiro (NC/PPM - Amar Setúbal).

A CDU, coligação que junta PCP e PEV, governa a Câmara de Setúbal com maioria absoluta, com um total de sete eleitos, liderados por Maria das Dores Meira, que está prestes a terminar o terceiro e último mandato em Setúbal e que este ano é a cabeça de lista da CDU em Almada.

O PS é atualmente a segunda força política do concelho de Setúbal, com três vereadores, e o PSD tem um.

pub