Ferro agradece a Passos "serviço à causa pública". Esquerda não aplaude

| Política

PSD e CDS-PP aplaudiram de pé o ex-primeiro-ministro. Houve também aplausos na bancada do PS, mas não à esquerda
|

No adeus ao Parlamento, em dia de debate quinzenal, Pedro Passos Coelho ouviu de Ferro Rodrigues um agradecimento pelo “sentido de serviço à causa pública”. PSD e CDS-PP aplaudiram de pé o ex-primeiro-ministro. E houve também aplausos na bancada do PS. Mas não à esquerda.

“Agradeço o sentido de serviço à causa pública e desejo as maiores felicidades pessoais nesta nova fase da sua vida”, afirmou esta quarta-feira o presidente da Assembleia da República na abertura do plenário, antes de dar início ao debate quinzenal com o primeiro-ministro.
A subcomissão parlamentar de Ética aprovou esta quarta-feira a substituição de Pedro Passos Coelho na bancada do PSD.

“Pedro Passos Coelho exerceu funções de elevada responsabilidade no grupo parlamentar do PSD, na direção do PSD e no Governo de Portugal. Independentemente das avaliações políticas de cada um e da pluralidade de visões aqui representadas, Pedro Passos Coelho merece a consideração e o respeito de todas as bancadas e, em primeiro lugar, do presidente da Assembleia da República pela forma correta e convicta com que defendeu sempre os seus pontos de vista”, apontou Ferro Rodrigues.

Aplaudido de pé pelos grupos parlamentares que suportaram o seu Governo, Passos Coelho ouviu também palmas saídas do flanco socialista, nomeadamente de Carlos César, presidente do PS e líder parlamentar, e da secretária-geral adjunta Ana Catarina Mendes.


Os deputados do Partido Comunista, do Partido Ecologista “Os Verdes” e do Bloco de Esquerda permaneceram sentados e em silêncio.
Bettencourt no lugar de Passos

Na antecâmara do debate quinzenal, o presidente da Assembleia da República esteve reunido no seu gabinete com o antecessor de Rui Rio à frente do PSD. À entrada para o encontro, os jornalistas puderam ouvir Pedro Passos Coelho dizer que “não esperava tanta atenção”.

Sem querer responder às questões dos jornalistas sobre a despedida da vida parlamentar, Passos Coelho diria, já depois da reunião, que tencionava assistir ao debate quinzenal da estreia de Fernando Negrão como líder parlamentar dos social-democratas.

O lugar do ex-governante na bancada do PSD será agora ocupado por Ana Sofia Bettencourt, que passou pela Assembleia da República na legislatura de 2011 a 2015 e na vigência do XX Governo Constitucional, que caiu por força da esquerda parlamentar.

c/ Lusa

Tópicos:

Assembleia da República, Debate, Ferro Rodrigues, PSD, Parlamento, Pedro Passos Coelho, Presidente, Quinzenal,

A informação mais vista

+ Em Foco

Várias organizações de defesa dos Direitos Humanos exigem uma investigação rigorosa.

A morte do advogado foi conhecida há dois anos, no Natal, mas existem vários indícios de que a possa ter simulado.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.