Direto
Final da Taça de Portugal. Acompanhe em direto este jogo com a RTP e a Antena 1

Governo vai criar comissão para a celebração do 25 de Novembro, anuncia Nuno Melo

por RTP
Foto: Paulo Novais - Lusa

No discurso de encerramento do congresso do CDS-PP, o presidente do partido e atual ministro da Defesa Nacional, Nuno Melo, anunciou que o Governo vai criar uma comissão para as comemorações do 25 de Novembro de 1975.

"Concertei com o senhor primeiro-ministro de Portugal, Luís Montenegro, que no âmbito da Defesa e do Governo, criaremos uma comissão para umas comemorações devidas, nacionais, dos 50 anos do 25 de novembro", afirmou.
No discurso de encerramento do 31.º Congresso do CDS-PP, que terminou este domingo, Nuno Melo assinalou, na semana em que se celebram os 50 anos do 25 de Abril, que a comemoração do 25 de Novembro deve ser "plural e justa", com militares e civis.

"Em 2024 celebraremos os 50 anos do 25 de Abril. Em 2025, devemos celebrar, e não esquecer, os 50 anos do 25 de Novembro", vincou.

Nuno Melo salientou ainda que o 25 de Novembro foi "um movimento militar que salvou a democracia em Portugal".

Por fim, o ministro da Defesa e líder do CDS citou o antigo Presidente da República, Ramalho Eanes, que defendeu em entrevista à RTP que o "25 de Novembro foi a continuação do 25 de Abril".

O antigo chefe de Estado disse não entender que "estigmatizem e se esqueçam do 25 de Novembro", uma operação militar que foi "a continuação do 25 de Abril".

"É rigorosamente o que pensamos no CDS há 49 anos", assinalou Nuno Melo. 

(c/ Lusa)
pub